Crianças recolhem água não tratada de superfície para consumo. Foto: Unicef/UN0185046/Haro

Bilhões de pessoas em todo o mundo continuam sofrendo com acesso precário à água, saneamento e higiene. A informação é de um novo relatório do Fundo das Nações Unidas para a Infância, Unicef, e da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Cerca de 2,2 bilhões de pessoas em todo o mundo não têm acesso a serviços de água potável seguros, 4,2 bilhões de pessoas não têm serviços de saneamento. Outros 3 bilhões não possuem instalações básicas para lavar as mãos.

A diretora do Departamento de Saúde Pública, Ambiental e Determinantes Sociais da Saúde da OMS, Maria Neira, ressalta o fato de os países precisarem dobrar os esforços em saneamento ou o acesso universal não será alcançado até 2030. “Se os países não conseguirem intensificar os esforços, o mundo continuará a viver com doenças que deveriam pertencer aos livros de história há muito tempo”, ressalta.

Deixe seu comentário