Igualmente a outros, o vírus da Covid-19 também se aproveita das pessoas mais fracas: em especial idosos, doentes crônicos e imunossuprimidos. Fortalecer os mecanismos de defesa do organismo não evitará a ação do Coronavírus, mas será mais uma arma no confronto à doença que causa. E todos devem ter esta preocupação, que pode ser sanada através da alimentação.

Inclusive, existe um fator relevante para ser considerado, de que cansaço excessivo, resfriado de longa duração e perda de peso são sintomas gerados pela imunidade baixa, e facilmente confundidos com a Covid-19. Mas é importante que esta alimentação seja saudável e balanceada, com a presença de vitaminas e minerais, em pratos coloridos pela variedade de comidas, entre legumes, frutas, cereais e proteína.

Exemplo de reforço na imunidade
-Iogurte natural: os lactobacilos vivos têm propriedades probióticas. Essas ‘bactérias boas’ atuam na melhora da flora intestinal e fortalecem o sistema imunológico;

-Alho: este tempero possui selênio, zinco e alicina. Além de deixar os alimentos mais saborosos sem precisar
utilizar de muito sal, o alho tem substâncias importantes para evitar gripes, resfriados, inflamações e infecções;
-Cebola: um antiinflamatório natural que reduz o sódio na comida. Permite a maior absorção de nutrientes, como o cálcio, essencial para os ossos;
-Frutas cítricas: são exemplos de riqueza do antioxidante vitamina C. Ele aumenta a resistência a infecções respiratórias e gripes e ajuda na absorção dos nutrientes;

-Gengibre: ótimo para irritação na garganta, possui importante ação bactericida e auxilia principalmente nas infecções deste órgão. Rico em antioxidantes e tem vitamina B6 e C;
-Beterraba – sua concentração de potássio auxilia no controle da pressão arterial e combate os efeitos do envelhecimento;
-Legumes e hortaliças verde-escuros (como brócolis e couve): fontes de ferro, ácido fólico, antioxidantes e vitaminas do complexo A, B6 e B12, que atuam na maturação das células imunes.
-Cogumelo ‘shitake’: rico em ‘lentinano’, substância que aumenta a produção das células de defesa;
-Castanhas: são ricas em selênio, zinco e vitamina E, que potencializa o sistema imunológico por conter linfócitos B, que produzem anticorpos no organismo;
-Carnes: possuem aminoácidos, vitamina B12, ferro e zinco. Benéficos se consumidos na quantidade certa.

Deixe seu comentário