Fonte: Pixabay

O ano de 2020 consolidou as novas tecnologias como excelentes opções para a diversificação da economia brasileira. Por ser um dos estados mais impactados por isso, o Rio Grande do Sul ganhou destaque pelos bons resultados nas áreas de e-commerce e das fintechs. Isso significa que o investimento em inovações deve aumentar nos próximos anos, com o objetivo de transformar a região em uma referência na oferta de serviços modernos e digitais.

Durante a Conferência E-Commerce Brasil RS 2020, que aconteceu em dezembro do ano passado, alguns números mostraram o potencial do varejo online no estado. Os dados apontam que os gaúchos representam 40% dos consumidores na região Sul, e que o e-commerce por aqui é o que possui menor taxa de fraudes no Brasil. Ou seja, além de dominar uma boa fatia do mercado, é também um comércio seguro.

Esses fatores explicam o crescimento dessa forma de comercialização, que teve um salto na casa dos 50% durante os últimos meses. Um exemplo desse sucesso é a plataforma gaúcha Dooca Commerce, que cresceu acima da média, cerca de 650% em 2020, e acabou sendo comprada pela gigante Locaweb. A startup faz parte de um programa do Rio Grande do Sul de dar maior oportunidade para empresas de tecnologia.

Algumas fintechs do estado também ganharam espaço nas notícias recentemente. Foi o caso da Warren Brasil, que é uma empresa de tecnologia com sede em Porto Alegre e voltada para serviços financeiros. Ela utiliza robôs para automatizar o investimento dos clientes, seja em renda fixa ou no mercado de ações. Em 2019, a Warren recebeu um aporte de R$ 25 milhões e também apareceu na lista de empresas mais desejadas para se trabalhar no país.

Novas tecnologias

O sucesso nessas duas áreas mostra o potencial do mercado de novas tecnologias no Rio Grande do Sul. Entretanto, a ideia é diversificar ainda mais esse investimento e não ficar restrito ao e-commerce ou as fintechs. No início deste ano, por exemplo, nós falamos sobre a parceria entre a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), o Governo do Estado e a empresa Hyperloop Transportation Technologies (HyperloopTT). O acordo deve criar um sistema de transporte de altíssima velocidade entre Porto Alegre e a Serra Gaúcha.

Esse acordo não é a única iniciativa que merece destaque. Uma pesquisa da Associação Brasileira de Startups (ABStartups) mostra que o Rio Grande do Sul é um dos ecossistemas de startups mais fortes do país, sendo o terceiro estado com mais empresas. São cerca de 940 startups gaúchas registradas. Algumas delas já mostraram grande potencial, como é o caso da Anota AI, que é a primeira empresa a desenvolver uma atendente virtual que usa inteligência artificial.

O Sebrae RS é uma das instituições responsáveis pela curadoria de todas essas empresas, principalmente entre as que possuem maior potencial. Existem vários programas, como o Startup RS Start, o Startup RS Digital e o Startup RS Scale, que foram criados para descobrir pequenas empresas de tecnologias com ideias inovadoras.

Espaço até no entretenimento

Um dos setores que merece maior atenção é o do entretenimento digital, que foi um dos destaques em 2020. Os jogos eletrônicos, por exemplo, cresceram mais de 50% nos últimos meses, como mostra o portal TechTudo, e se consolidaram como uma forma de diversão variada e interativa. O site VegasSlotsOnline exemplifica isso com a lista das melhores slots machines disponíveis nas plataformas de cassinos online. Essas máquinas caça-niqueis digitais são uma das experiências mais populares nas apostas, justamente pela interatividade e a variedade de tema do jogo. Esse mesmo sucesso também acontece com os jogos de smartphones, que costumam ser variados para agradar todos os usuários do dispositivo móvel.

No Rio Grande do Sul, as iniciativas em entretenimento digital são lideradas pela Associação dos Desenvolvedores de Jogos do RS. A instituição tem realizado diversas parcerias para investir no mercado gaúcho dos games. O objetivo é fazer com que mais empresas consigam destaque no setor, principalmente as desenvolvedoras de jogos online.

As inovações tecnológicas estão ganhando espaço em diferentes mercados do Brasil, com maior foco no e-commerce. O Rio Grande do Sul se destaca pelos investimentos no setor, e aparece como um dos estados que mais investe em startups. O objetivo é continuar crescendo para que, nos próximos anos, a região seja uma referência para pequenas empresas de tecnologias.

Compartilhar

Deixe seu comentário