Foto: Luis Ferreirah

Em abril, Montenegro irá receber atividades do projeto Violino no Choro, que traz o fomento e difusão da música brasileira e se propõe a levar o estudo da música popular para as orquestras juvenis. A iniciativa cultural protagonizada por Felipe Karam inclui uma oficina, cinco marterclasses e um concerto didático. No período de 5 a 20 de março estão abertas as inscrições através do site do projeto www.violinonochoro.com.br. A ação foi idealizada com o objetivo de fomentar e difundir o estudo dos gêneros e ritmos do Brasil, bem como de desmistificar os instrumentos orquestrais.

Parte das vagas é destinada aos alunos de orquestras jovens ou projetos sociais de música, como os da Fundarte, mas é aberta a todos os interessados até preencher o limite de vagas. Para os masterclasses “Alma Brasileira”, os alunos passarão por uma seleção por meio do envio de um vídeo, reproduzindo uma música de sua escolha, dentro das que serão ofertadas pelo site do projeto. Já para a oficina “De Violino Também Dá”, alunos de todos os instrumentos podem se inscrever. O concerto de encerramento “Vê se Gostas” ocorre dia 9 de abril, com transmissão ao vivo pelas plataformas do projeto.

Mais sobre o projeto
O protagonista deste projeto é o músico e compositor porto alegrense Felipe Karam, violinista de cinco cordas, com mestrado pela City University London e profunda pesquisa e experiência na linguagem do choro e do jazz. Em 2018 lançou o seu primeiro disco solo autoral, “De Sol a Sol”, no qual arranja, compõe e interpreta, gêneros e ritmos da música brasileira e internacionais. O disco recebeu duas indicações ao Prêmio Açorianos de Música (Melhor Compositor e Intérprete na Categoria Instrumental) e foi selecionado para o FEMUCIC 2019, com o frevo de autoria, que dá nome ao disco.

Sua trajetória ficou marcada pela constante busca e descoberta de uma nova forma de tocar, ou “soar”, com propriedade, dentro de estilos musicais populares, pelos quais sempre se identificou, ao violino, embora para isso tenha precisado mudar de país, e até reinventar-se no seu estudo musical e de instrumento.

Cronograma de Atividades:
5, 6, 7 e 8 de abril (das 9h30min às 11h30min, 13h30min às 16h30min): 3ª realização da oficina masterclasses virtuais por meio da Plataforma Zoom. Atende aos estudantes de música da Fundarte.

9 de abril, às 20h: Concerto didático de encerramento com transmissão ao vivo nas plataformas digitais (Facebook e Youtube). A gravação será realizada no Teatro Therezinha Petry Cardona, prédio da Fundarte.

Deixe seu comentário