Felipe Karam. Foto: Luis Ferreirah

Até 8 de abril estão abertas, em Montenegro, as inscrições para as atividades do projeto Violino no Choro – Fomento e Difusão da Música Genuinamente Brasileira, que se propõe a levar o estudo da música popular brasileira para as orquestras juvenis. A iniciativa cultural protagonizada por Felipe Karam inclui uma oficina, cinco marterclasses e um concerto didático. As inscrições podem ser realizadas através do site do projeto www.violinonochoro.com.br. As demais cidades incluem Novo Hamburgo, Caxias do Sul e Porto Alegre. O projeto tem o financiamento da Lei Aldir Blanc realizado com recursos da Lei nº 14.017/2020.

Parte das vagas é destinada aos alunos de orquestras jovens ou projetos sociais de música, como os projetos sociais da Fundarte, mas é aberta a todos os interessados até o limite de vagas. Para os masterclasses “Alma Brasileira”, os alunos passarão por uma seleção por meio do envio de um vídeo, reproduzindo uma música de sua escolha, dentro das que serão ofertadas pelo site do projeto.

Para a oficina “De Violino Também Dá”, alunos de todos os instrumentos podem se inscrever. As atividades visam a fomentar a música brasileira, divulgar e homenagear seus expoentes, bem como passar informação necessária de como se reproduzir o choro, o samba, e tantos outros ritmos e gêneros populares brasileiros. O concerto de encerramento em Montenegro, “Vê se Gostas”, ocorre dia 9 de abril, com transmissão ao vivo pelas plataformas do projeto.

Violino no Choro é um projeto de circulação e de educação a serviço da música brasileira. Foi idealizado com o objetivo de fomentar e difundir o estudo dos gêneros e ritmos do Brasil, bem como de desmistificar os instrumentos orquestrais, como o violino, do ambiente exclusivo da música de concerto.

Cronograma de Atividades:
– Oficina/masterclasses virtuais: dias 12, 13, 14 e 15 de abril por meio da Plataforma Zoom. Horários da oficina: 9h30min às 11h30min, 13h30min às 16h30min; masterclasses: a combinar
– Concerto Didático: 9 de abril, às 19h: transmissão ao vivo nas plataformas digitais do artista (Facebook e Youtube) e da Fundarte. A gravação será realizada no Teatro Therezinha Petry Cardona, prédio da Fundarte.

Deixe seu comentário