A Microsoft anunciou, nesta segunda-feira, 24, que o programa Paint será desativado. Na próxima atualização do Windows 10, ele já deixa de existir. A companhia atualizou a lista de “recursos que serão removidos ou descontinuados” quando a atualização for liberada, e o Paint está entre eles.

Na página, a Microsoft explica que os itens da lista “serão removidos do produto [o Windows] na distribuição atual ou não estão em desenvolvimento ativo e podem ser removidos em versões futuras”.

Lançado como Paintbrush, o aplicativo foi um dos pioneiros entre os softwares de desenho e edição de imagens, apesar de sua extrema simplicidade. Essa característica, porém, fazia com que ele fosse bastante utilizado em edições pontuais de imagens, não exigindo um conhecimento muito aprofundado quanto outros programas do tipo, como o Adobe Photoshop.

Ainda assim, ele acabou perdendo um pouco de espaço com o advento de ferramentas online para esse tipo de atividade, que mantém a facilidade de uso ao mesmo tempo que trazem mais recursos.

Deixe seu comentário