Até mesmo quem não tem gato em casa sabe que a higiene deles é feita através de sucessivas lambidas no próprio corpo. É hábito dos bichanos, e eles podem passar horas diárias ocupados com a limpeza. O que muitos não sabem é que esse costume pode trazer alguns prejuízos, como a ingestão excessiva de pelos e problemas de trato gastrointestinal.
Para minimizar essas complicações, que podem trazer desconfortos e prejudicar a saúde de seu gato, algumas dicas são importantes:
Escove seu gato
Para tirar o excesso de pelos soltos é indicado, dependendo da raça do seu gato, escová-lo pelo menos uma vez por semana. Persas ou outros mais peludos precisam de cuidado mais frequente; ao menos três vezes semanais. Porém, nenhum ato deve ser forçado. Caso seu animalzinho não esteja habituado à gentileza, inicie aos poucos.

Alimentação
A alimentação também é muito importante para fortificar os pelos do seu felino e evitar quedas, além de influenciar no bom funcionamento intestinal. Há alimentos específicos para isso como os que contêm óleo mineral e fibras. Como as bolas podem causar secreções gástricas e se acumularem no estômago, é comum os gatos vomitarem. A dieta específica auxilia a minimizar os vômitos e a estimular a eliminação das bolas através das fezes.

Ocupe seu felino
Tédio e falta do que fazer potencializam o hábito dos gatos de se lamberem. Por isso é importante ter espaços e brinquedos para a distração do seu felino, além de reservar alguns minutos do seu dia para brincar com ele.

Ajuda profissional
É importante levá-lo ao pet para dar banho a cada 15 dias. No caso de qualquer alteração de saúde do animal é indispensável procurar a ajuda de um veterinário. Tosas nos pelos também devem ser feitas em locais especializados.

Deixe seu comentário