Dia 31 de outubro está chegando e, com a data, uma das festas mais fofas e divertidas do ano. Ok, a ideia inicial era que ela fosse de terror… mas os brasileiros adaptaram a comemoração típica americana e, por aqui, ela não dá tanto medo assim. Organizar a diversão é fácil. Um caldeirão, algumas aranhas e doces, muitos doces, já divertem a criançada. Vamos organizar a festa? Temos algumas dicas.

Decoração
O local da festa pode ser simples ou mais refinado, grande ou pequeno. Não importa. O que vale mesmo é estar bem decorado. Vale brincar com os mais diversos símbolos do Halloween, como aranhas, fantasmas, sangue e túmulos. Nas cores preto e laranja, é bastante fácil encontrar decoração pronta nas lojas do ramo, além de papéis, EVA e balões que possibilitam soltar a criatividade.

Cardápio temático
A mesa das delícias costuma ser a área mais acessada da festa. Não sem razão. Além de ninguém dispensar algo gostoso, esses espaços estão cada vez mais integrados com o tema da comemoração. As embalagens para docinhos, a toalha da mesa, copos e pratinhos, além de adereços, podem seguir o tema e as cores do Halloween. Além disso, os próprios alimentos poder ganhar um toque especial com poucos detalhes. O saquinho de pipoca, com a ajuda de uma canetinha escolar preta vira um fantasma. Os hamburguinhos ou sanduíches, com a ajuda de azeitonas e muito ketchup viram monstros ensanguentados facilmente.

Brincadeiras de Halloween
Ok, isso vale mais para casos em que a festa envolve crianças. Mas é sempre bom lembrar que existem crianças de todas as idades. Bater na casa dos vizinhos gritando “gostosuras ou travessuras” é tradição americana, mas, se você não curtir a ideia, pode programar outras diversões como uma Caça ao Tesouro, preparando um baú bem legal recheado de chocolates. Ou, ainda, a Enrole a Múmia, que exige apenas muitas ataduras.

Convidados fantasiados
Incentive os convidados a comparecerem no “clima da festa”. As lojas especializadas têm fantasias de todos os tipos, personagens e preços. E, para quem não quiser investir num traje completo, uma alternativa são os adereços ou maquiagens. Unhas longas, chapéu e um nariz com verruga fazem uma bruxa surgir. As máscaras costumam fazer muito sucesso. E, neste ano, destaque para os palhaços assustadores do cinema. Os personagens de It a Coisa, e Coringa devem estar entre os favoritos.

Origem do Dia das Bruxas
Apesar de ser mais comum nos Estados Unidos, a tradição começou mesmo no Reino Unido. Historiadores apontam que a comemoração no início era referente a um antigo festival pagão, em celebração ao final do verão e agradecimento aos mortos. Na época, alimentos eram dedicados como oferendas aos mortos, sendo esse o motivo de a abóbora ser usada até hoje na decoração da festa. As fogueiras também têm sua origem neste período. Eram comuns para queimada do joio, em celebração ao fim da colheita. Há, ainda, teorias que afirmam o uso da fogueira para repelir bruxarias.

Deixe seu comentário