Uma nova espécie de anfípode foi descoberta por pesquisadores da Universidade de Newcastle na Fossa das Marianas, o local mais profundo do mundo – e dentro de seu estômago havia uma quantidade considerável de tereftalato de polietileno. Trata-se simplesmente do plástico utilizado em produtos como garrafas de água e roupas de ginástica. O fato foi percebido de forma tão grave e extrema que decidiram batizar o animal de Eurythenes plasticus como denúncia. Preocupante!

Deixe seu comentário