O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) está utilizando os bots para auxiliar os eleitores. Os assistentes virtuais funcionam por meio das contas do Tribunal no Twitter (@TSEjusbr) e no Facebook Messenger (@TSEJus).

No mensageiro, por exemplo, o funcionamento é semelhante ao de um sistema de atendimento, com a primeira mensagem enviada à conta abrindo uma série de opções que incluem dúvidas principais sobre o processo de votação e apuração e uma pesquisa sobre todos os candidatos que participam da disputa.

Um dos recursos mais úteis, porém, permite que o usuário cheque a regularidade de seu título eleitoral. Ao enviar uma mensagem com nome completo e número do documento para o bot, é possível solicitar uma busca no bando de dados do TSE, que mostra se o cidadão pode ou não votar nas eleições do começo de outubro, de acordo com a quitação dos anos anteriores, entre outros fatores.

No Twitter, o robô funciona de forma semelhante. O usuário precisa buscar o perfil do TSE e enviar uma mensagem direta a ele, para que sejam abertas as possibilidades de consulta de informações sobre questões eleitorais e sobre candidatos.

 

Deixe seu comentário