Por enquanto, serviço vem sendo prestado em caráter “emergencial”

Após muitas idas e vindas, o pregão eletrônico para a contratação do transporte escolar pela Prefeitura de Montenegro, enfim, acolheu as propostas. A “disputa” ocorreu no último dia 12 e, conforme a Diretoria de Licitações, quatro empresas participaram do certame. O processo está na fase de análise de documentação, que dirá se estas estão habilitadas ou não.

Desde o início do ano, o serviço oferecido aos alunos do Município vem sendo feito com um contrato emergencial. Foram cinco retificações do edital “oficial”. Neste meio tempo, ainda está valendo a regra do número mínimo de passageiros por veículo, imposta na contratação feita emergencialmente, o que acabou trazendo problemas na prestação. O contrato oficial deve superar este problema, com novas regras.

Deixe seu comentário