Nas salas da casa serão realizadas oficinas e atividades

A manhã desta sexta-feira, dia 27, foi de celebração no complexo da Estação da Cultura, em Montenegro.Na ocasião ocorreu o ato de entrega da Casa do Chefe para a comunidade local. Depois de seis meses de obras, e cerca de R$600 mil em investimentos, as portas foram abertas para revelar como ficaram as instalações.

A cerimônia de inauguração contou com a presença de autoridades politicas do município e demais convidados. Representantes da Entidade de Filantropia, Cultura e Arte (Efica), e da Braskem – entidades que viabilizaram a execução do projeto de restauro- destacam a importância do momento. “Pra nós é uma alegria muito grande poder entregar a revitalização desta casa para a comunidade. a Braskem é nossa mão direita na revitalização deste complexo”, diz a presidente da Efica, Clarice Biehl.

O representante de relações institucionais da Braskem, Afonso Rezende, ficou surpreso com o resultado final da restauração da casa. Afonso ressaltou também o importante papel que o imóvel terá no fomento a ações voltadas a comunidade local. “Temos uma preocupação muito grande com o desenvolvimento dos municípios onde estamos situados. Participar do desenvolvimento da cultura e resgatar um patrimônio histórico, em parceria com a Efica, é muito gratificante. A gente fica surpreso com a transformação deste espaço, o resultado está magnífico”, acrescenta.

Casa do Chefe é patrimônio de Montenegro e necessitava de restauração

A casa conta com salas que serão usadas para reuniões, desenvolvimento de oficinas e demais atividades de fomento a arte e a cultura na Cidade das Artes. Além disso, um dos ambientes será usado como sede da Efica. Os integrantes do Brique da Estação também serão beneficiados, pois há espaço garantido para armazenarem seus materiais.

Nos fundos do imóvel há banheiros que ficarão abertos ao público das 8h às 20h. As divisórias do ambiente foram feitas com material de plástico reciclável.

Deixe seu comentário