Glória e Agomar eram casados desde 2014, mas a relação começou anos antes

Agomar Campos de 50 anos faleceu por volta das 2h30min da madrugada dessa quinta-feira, 21, no Hospital Montenegro. O empresário, conhecido na cidade por prestar serviços na área de instalação e manutenção de antenas, sofreu queda de uma escada enquanto trabalhava. O acidente ocorreu por volta das 16h de quarta-feira.

Segundo informações do sobrinho da vítima, Fábio Lúcio de Campos, 32 anos, Agomar trabalhava em uma residência no bairro São João quando a escada de alumínio utilizada para subir no telhado, para checar uma antena, acabou deslizando no piso. O técnico chegou a segurar-se na calha da casa, mas acabou caindo sobre um portão.

Agomar chegou a levantar-se e entrar no próprio carro para deixar o local. Contudo, não conseguiu. “Ele começou a raspar o carro no muro e acho que desmaiou”, conta Fábio. Ao recuperar a consciência, o empresário saiu do pátio e sentou-se em uma calçada, de onde foi socorrido pelo Samu, que havia sido chamado pelo contratante do serviço.

O homem foi levado ao Hospital Montenegro, mas não resistiu aos ferimentos. A queda teria provocado uma quebradura na costela, perfuração no pulmão e intestino. O velório de Agomar está previsto para ter início às 22h de hoje na capela da Funerária Forneck e Mattana. O horário do sepultamento ainda não foi informado pela família.

Agomar deixa a esposa, Glória Campos de 25 anos, com quem era casado desde de 2014, um filho de quatro anos e uma jovem de 15. Consternada, para a família ainda é difícil acreditar que o fato é real. “Ele era a alegria em pessoa, estava sempre animando nossas festas de família. Ainda não caiu a ficha”, diz Fábio. “Foi ele quem me ensinou a trabalhar”, se emociona ao concluir sua fala sobre o tio.

Compartilhar

Deixe seu comentário