Governador Leite lembra que RS aguarda desde abril pela liberação. Foto: Felipe Dalla Valle / Palácio Piratini

A rede hospitalar do Rio Grande do Sul foi ampliada com a habilitação, pelo Ministério da Saúde, de mais 270 leitos de unidades de tratamento intensivo (UTIs) para atendimento de pacientes da Covid-19. São vagas – adulto e pediátrico – já concluídas, por meio do repasse de R$ 34,8 milhões, em parcela única. Elas passarão a receber pacientes em instituições hospitalares de 24 municípios.

Parte desses hospitais está localizada em cidades com gestão plena do Sistema Único de Saúde (SUS), e administrado pela gestão municipal. Outro grupo é ‘contratualizado’ com a Secretaria Estadual da Saúde (SES). “Lembramos que parte desses leitos já estava sendo habilitados pelo governo do Estado porque não ficamos esperando pelo governo federal, que estava demorando”, afirmou o governador Eduardo Leite. Ele refere-se a 139 leitos que estavam sendo custeados pelo Governo gaúcho enquanto a habilitação por parte do Federal não ocorria. A diária de cada leito é de R$ 1,6 mil.

Quanto aos outros 131 leitos de hospitais com gestão plena, o Estado sugeriu que os municípios também tomassem a decisão de custear os leitos enquanto aguardavam pela habilitação. Desde abril o RS aguardava a habilitação desses 270 leitos, que já estavam equipados e contando com equipe necessária para manejá-los.

Confira os hospitais e municípios contemplados
• Alegrete: 7 novos leitos no Hospital Santa Casa de Alegrete;
• Bagé: 14 leitos na Santa Casa de Bagé;
• Cachoeira do Sul: 8 leitos no Hospital de Caridade e Beneficência;
• Canoas: 10 leitos no Hospital Universitário;
• Caxias do Sul: 10 leitos no Hospital Geral;
• Cruz Alta: 10 leitos no Hospital São Vicente de Paulo;
• Dom Pedrito: 10 leitos no Hospital São Luiz;
• Erechim: 5 leitos no Hospital Santa Terezinha;
• Estrela: 10 leitos no Hospital de Estrela;
• Faxinal do Soturno: 10 leitos no Hospital de Caridade São Roque;
• Garibaldi: 10 leitos no Hospital Beneficente São Pedro;
• Lajeado: 10 leitos no Hospital Bruno Born;
• Passo Fundo: 23 leitos, sendo 13 no Hospital de Clínicas e 10 no São Vicente de Paulo;
• Porto Alegre: 48 novos leitos, sendo 20 no Hospital de Clínicas, 10 no Hospital Conceição e 18 no Hospital Cristo Redentor;
• Rio Grande: 10 leitos na Santa Casa de Rio Grande;
• Santa Cruz do Sul: 10 leitos no Hospital Santa Cruz;
• Santa Maria: 10 leitos no Hospital Universitário de Santa Maria;
• Santa Rosa: 15 leitos no Hospital Vida e Saúde;
• Santo Ângelo: 9 leitos no Hospital Santo Ângelo;
• Sapiranga: 5 leitos no Hospital Sapiranga;
• Tenente Portela: 5 leitos no Hospital Santo Antônio;
• Torres: 5 leitos no Hospital Nossa Senhora dos Navegantes;
• Tramandaí: 6 leitos no Hospital de Tramandaí;
• Viamão: 10 leitos no Hospital de Viamão.

Deixe seu comentário