Foto: istock

Quem nunca ouviu a frase “você é o que come”? A alimentação humana está diretamente ligada ao funcionamento do organismo e também com a qualidade de vida. Quando se consome os alimentos corretos, o corpo recebe nutrientes, vitaminas e minerais necessários para, além de prevenir diversas complicações, manter um ótimo funcionamento. Se você quer melhorar sua alimentação, não deixe para amanhã, comece já, nem que seja com pequenos ajustes.

Mas, afinal, como ter uma boa nutrição alimentar? Importante para corpo e mente, a nutrição é basicamente composta por micro e macronutrientes. Você os conhece? Os micronutrientes, diferente dos macronutrientes, devem ser consumidos em pequenas quantidades. São fundamentais para o organismo por serem responsáveis pela produção de hormônios, enzimas e outras substâncias essenciais no seu funcionamento. Sua formação é baseada em vitaminas e sais minerais. São diversos os elementos que compõem os micronutrientes, dentre eles os sais minerais, cálcio, sódio, potássio, fósforo, magnésio, ferro, flúor, cobre e zinco.

Já os macronutrientes são responsáveis por fornecer força, energia e vigor para o corpo se manter ativo. Eles são considerados indispensáveis para se ter uma alimentação saudável no dia a dia, já que repõem as energias gastas. Os três elementos que compõe os macronutrientes são os carboidratos, as proteínas e os lipídeos.

Para ter uma nutrição equilibrada e saudável, existem cinco princípios que devem sem seguidos:
Adequação: a alimentação deve se adequar ao organismo e outros fatores como situação econômica, hábitos e atividades desenvolvidas; ainda, estar ajustada às questões fisiológicas e casos de doenças.

Qualidade: o cardápio alimentar deve ser completo para satisfazer as necessidades do corpo, com alimentos nutritivos que possuem todas as substâncias necessárias para o organismo.

Quantidade: a quantidade de alimentos em cada refeição deve ser suficiente para suprir as necessidades do corpo. As calorias consumidas servem para cumprir com as atividades das pessoas.

Harmonia: os alimentos ingeridos devem ter uma relação proporcional entre qualidade e quantidade, mantendo um equilíbrio.

Variedade: selecione alimentos diferentes, mudando diariamente o cardápio e consumindo diferentes nutrientes a cada dia.

Alimentos que não podem faltar
• Frutas cítricas
Ajudam no sistema imunológico e previnem doenças, pois são frutas antioxidantes ricas em vitamina C. Exemplos de frutas cítricas essenciais para a sua saúde são limão, acerola, laranja, abacaxi e kiwi.

• Carne branca
O consumo ajuda na formação dos músculos, no transporte de oxigênio e na melhora do sistema imunológico, já que tem ferro e zinco em sua composição. O frango, por exemplo, é considerado mais saudável, pois contém menores quantidades de gorduras e colesterol em comparação à carne bovina.

• Iogurte
Essa é uma boa opção para os lanches da tarde e café da manhã. Derivado do leite e fonte de cálcio e proteína, ele auxilia na formação óssea e na contração muscular.

Deixe seu comentário