Curso valorizou o empenho das famílias em se qualificar na produção de leite, de forma sustentável, com geração de renda e promovendo a sucessão rural. Foto: Emater

Um grupo de 25 agricultores do município de Barão, no Vale do Caí, participou de capacitação em Qualidade do Leite. A atividade, realizada na semana passada no Centro de Referência da Mulher Anna Leonida Vier, foi ministrada pelo coordenador do Centro de Formação de Agricultores de Teutônia (Certa), Maicon Berwanger. A qualificação é parte de uma série de ações que têm sido desenvolvidas com os bovinocultores do município desde o final do ano passado e que visa a qualificar e ampliar a produção de leite no local.

De lá para cá, temas como sanidade animal e criação correta das terneiras, entre outros, têm sido abordados por meio de palestras, cursos ou outras atividade. A ideia de levar o curso completo de Qualidade do Leite para o município – ele normalmente ocorre nas dependências do Certa – partiu dos próprios agricultores, que estavam preocupados com as exigências relativas às instruções normativas Nº 76 e 77 que exigem, entre outras, uma Contagem Bacteriana Total (CBT) menor do que 300 mil Unidades Formadoras de Colônia por mililitro (UFC/Ml).

Rebanho
Em Barão, atualmente, são 123 bovinocultores de leite, para um rebanho de cerca de dois mil animais que, juntos, produzem quase sete milhões de litros de leite por ano.

Deixe seu comentário