Leitores de placas estão sendo instalados próximos de postos policiais para facilitar abordagens

Após as assinaturas dos contratos entre o Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer) e as empresas vencedoras da licitação, ocorridas em abril e maio, teve início a instalação dos equipamentos de controle de trânsito nas rodovias gaúchas. No Vale do Caí, são três as estradas que receberão controladores de velocidade ou leitores de placa: a RSC-287, a ERS-240 e a ERS-122.

Questionado pela reportagem, o Daer declarou que não divulga o quilômetro onde os equipamentos são instalados para preservar a segurança dos usuários das rodovias. No entanto, foi informado que, na RSC-287 ocorrerá a colocação de quatro controladores de velocidade, que irão monitorar oito faixas, entre Montenegro e Santa Maria. Um leitor de placas será fixado entre Santa Cruz do Sul e Taquari.

Na ERS-240, serão dois controladores instalados entre o bairro Scharlau, em São Leopoldo, e Montenegro. Um dispositivo leitor de placas também foi instalado na entrada de Montenegro, no “trevo da Ambev”. Na ERS-122, serão 16 faixas monitoradas por quatro pardais entre Caxias do Sul e Portão. De acordo com o Daer, nessa rodovia, também haverá três leitores de placas: um no sentido Caxias do Sul/Farroupilha, outro no sentido contrário e o terceiro entre São Vendelino e Bom Princípio.

A autarquia não divulgou quando será o início da operação dos equipamentos, mas informou que as empresas Perkons e
Fiscaltech, as vencedoras da licitação, além da instalação e aferição dos pardais, precisam providenciar ao Daer a Central de Operações para interligar os equipamentos e viabilizar o monitoramento e autuação.

Em relação aos dispositivos leitores de placas, a autarquia explica que eles são equipamentos capazes de identificar as placas e fazer o cruzamento de dados com o sistema da secretaria de Segurança Pública do Estado. “Assim, podem ser identificados, por exemplo, veículos roubados. É importante destacar que esses aparelhos estão localizados, propositalmente, perto dos postos policiais, para que os agentes façam as abordagens”, destaca o Daer.

Deixe seu comentário