Pessoas que fazem parte do grupo prioritário podem se vacinar até dia 31 de maio. FOTO: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Melhor desempenho é o de Maratá, onde 71,43% do público-alvo foi imunizado

Iniciada em 10 de abril, a campanha de vacinação contra a gripe encaminha-se para os últimos dias. A imunização dos grupos prioritários segue até o dia 31 deste mês. Até o momento, em todo o Rio Grande do Sul, foram imunizadas 2,1 milhões de pessoas pertencentes ao público-alvo, o que representa 55% de cobertura na vacinação desses grupos. No Estado, um total de 3,8 milhões de pessoas integram os grupos prioritários.

Em Pareci Novo, 64,86% dos integrantes dos grupos prioritários já se vacinaram. Maratá apresenta um índice de cobertura de 71,43%. Em São José do Sul, de 691 pessoas pertencentes ao público-alvo, 488 se vacinaram. Isso resulta num índice de 70,62% de vacinação.

Em Brochier, 100% das puérperas (mulheres que deram à luz há menos de 45 dias) foram imunizadas. Entre os profissionais da saúde, o índice é de 95% e, entre professores, 80%. 70% das gestantes e idosos brochienses também já foram imunizados. A cobertura vacinal mais baixa até o momento é de crianças, com 69% do público-alvo vacinado. Já Montenegro tem, até o momento, pouco mais de 52% da população integrante dos grupos prioritários imunizada. O menor índice é de idosos, com apenas 46,09% vacinados.

Fazem parte dos grupos prioritários indivíduos com 60 ou mais anos de idade, crianças de 6 meses a menores de 6 anos, gestantes, puérperas (mulheres que deram à luz há menos de 45 dias), trabalhadores da saúde, professores das escolas públicas e privadas, povos indígenas, grupos portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, os adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, a população privada de liberdade e os funcionário do sistema prisional.

A meta é vacinar pelo menos 90% dos grupos elegíveis para a vacinação, que representam aproximadamente 59,1 milhões de pessoas em todo o país. Nas cidades da região, a vacina pode ser feita nos postos de saúde do Centro de cada município, com exceção de Montenegro, onde a imunização pode ser feita no Estratégia Saúde da Família (EFS) 1 (Germano Henke); no ESF3 (Industrial); na sede da Secretaria Municipal da Saúde (Timbaúva) e na Unidade Básica de Saúde (UBS) Centro.

Deixe seu comentário