FOTO: ESCOTEIROS-RS/DIVULGAÇÃO

Firmando os escoteiros como formadores de jovens cidadãos, Montenegro e São Sebastião do Caí foram os municípios escolhidos para receberem dois dias de ações transformadoras. Reunindo escotistas dos 18 aos 20 anos de idade, oriundos dos grupos das duas cidades anfitriãs, junto dos de Picada Café, Portão, Feliz e Estância Velha, o 44º Mutirão Regional Pioneiro foi marcado por uma série de atividades de cunho social.

Com a parceria de empresas locais, os mais de 300 participantes distribuíram três mil panfletos sobre violência contra crianças; recolheram doações de 320 quilos de alimentos a serem doados para asilos da região; limparam as margens do Rio Caí, fazendo a retirada de 15 sacos de lixo da área;

restauraram a estrutura do Santuário da Conceição, no Caí, e da sede do grupo de escoteiros de Montenegro, no Parque Centenário; e auxiliaram o projeto caiense “Seu Lixo Me Serve”, revestindo três casas com isolantes térmicos feitos de caixas de leite recicladas. Tudo isso em um só dia. “Acompanhar esse tipo de ação me proporciona uma alegria e uma sensação de dever cumprido”, avalia a chefe dirigente dos Escoteiros Acácia Negra (de Montenegro), Carina Graziela de Mello, que também é mãe de escotista. “Faz refletir o quanto as pequenas ações fazem a diferença”.

Iniciativas como a que ocorreram por aqui acontecem duas vezes por ano, cada vez em uma localidade que é escolhida pelo grande grupo e abraçada por todos. Além das ações que movimentaram os jovens em prol da comunidade, eles tiveram uma confraternização especial no Colégio Estadual Ivo Bühler (CIEP), participando de oficinas de teatro, danças circulares, yoga, bordado e jogos de tabuleiro.

Deixe seu comentário