Audiência pública regional ocorre hoje, às 9h, na UCS do Caí. foto: Claudia Velho/UCS

Representantes da Prefeitura de Montenegro e demais municípios do Vale do Caí têm reunião nesta quarta-feira, às 9h, para dar início à Consulta Popular 2018/2019. Aberta à comunidade em geral, a audiência pública regional acontece no campus da UCS em São Sebastião do Caí e objetiva abrir os debates quanto à aplicação da verba de R$ 2.336.053,96 que o Palário Piratini deverá repassar no próximo ano para rateio entre os 19 municípios, que totalizam 185 mil habitantes.

O evento é uma iniciativa do Conselho Regional de Desenvolvimento (Corede) do Vale do Caí. Conforme o presidente, Alzir Bach, os encaminhamentos em relação à Consulta Popular devem levar em conta o Plano Estratégico de Desenvolvimento (PED) 2015-2030. O estudo objetiva definir uma visão de futuro para a região e, neste sentido, possui uma carteira de projetos em diversas áreas combinados com o Plano Plurianual (PPA) do Rio Grande do Sul. “É dessa carteira de projetos que iremos apresentar as propostas para a Consulta Popular 2018/2019”, explica.

Ontem, o secretário da Indústria, Comércio e Turismo de Montenegro, Elias Silva da Rosa, confirmou presença na assembleia e salientou que o núcleo do governo Kadu Müller também estará presente, já que o intuito final é engajar milhares de montenegrinos ao processo de votação, que acontecerá entre 26 e 28 de junho, pela internet. Antes disso, no entanto, assembleia do Conselho Municipal de Desenvolvimento (Comude) irá determinar quais serão as prioridades de Montenegro que estarão nos formulários de votação. “Quanto mais pessoas participarem, maior será a fatia de Montenegro na Consulta”, ressalta.

Deixe seu comentário