João Victor entregou carta pedindo auxílio do senador para que não haja mudanças na estrutura da escola

Durante sua visita na manhã de ontem a São José do Sul, o senador Paulo Paim (PT) indicou que o município deverá receber dele uma emenda parlamentar no valor de R$ 250 mil no próximo ano. A informação foi baseada no seu sistema de rodízio de emendas. De acordo com informações do gabinete do senador, a última verba indicada por ele para o município foi no valor de R$ 100 mil.

Além do anúncio da emenda parlamentar, Paim também falou aos presentes sobre a reforma trabalhista, que já foi sancionada, e a reforma da Previdência, que ainda tramita pelo Congresso. Presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Previdência, o senador gaúcho disse que a reforma da Previdência é mais cruel que a do trabalho. “Todos perdem com essa reforma”, destacou.

Paim também falou sobre as eleições do próximo ano. Para o senador, chegou o momento de o brasileiro renovar o Congresso e eleger um presidente comprometido com o povo. “Serão as eleições de nossas vidas”, afirmou. Além disso, o senador também recebeu uma carta do estudante João Victor Carlotto, 16 anos, da Escola Estadual de Ensino Médio São José do Maratá que pede auxílio para impedir mudanças na estrutura da escola que possa levar a um eventual fechamento da instituição. Paim disse que daria atenção para a questão e elogiou a atitude do estudante.

Segundo João Victor, a 2ª Coordenadoria Regional de Educação (CRE) estaria em tratativas para municipalizar as séries iniciais. “Isto seria prejudicial à escola. Se tirarem uma turma por ano a escola vai ter pouquíssimos alunos e não terá como se sustentar. Se deixarmos isso acontecer, para onde vamos?”, questionou o estudante. Atualmente o educandário atende 127 alunos desde as séries iniciais do Ensino Fundamental até o terceiro ano do Ensino Médio.

Deixe seu comentário