teatro, São José do Sul, Cras, artes cênicas, espetáculo
Grupo Entre Nós, formado por jovens de 14 a 17 anos, seguirá com o espetáculo Melancia e Coco Verde foto: Arquivo Pessoal/Marcos Cardoso

Arte. Município tem grupos para adultos, adolescentes e pré-adolescentes

Os moradores de São José do Sul que quiserem expressar seus sentimentos em forma de arte têm a oportunidade de realizar isso através das oficinas de teatro do Centro de Referência em Assistência Social (Cras) Recriar. As inscrições podem ser feitas das 8h ao meio-dia e das 13h às 17h diretamente no órgão de assistência social até o dia 31 de março. Vale lembrar que quem já participa dos grupos precisa confirmar sua participação nas atividades deste ano.

As oficinas acontecem no Ginásio Municipal Ângelo Gabbardo e, segundo o professor Marcos Cardoso, o grupo “Tamo junto”, que atende crianças e pré-adolescentes de 7 a 13 anos, e o “Deixa falar”, voltado adultos a partir dos 18 anos, terão seus encontros nas terças-feiras. Já o “Entre nós”, grupo para adolescentes dos 14 aos 17 anos, deve ter suas aulas nas sextas-feiras.

De acordo com o professor, o ano promete ser de novidades. A principal delas é do grupo “Tamo junto”, que deverá ter um novo espetáculo que abordará a exposição na internet. Segundo Cardoso, o roteiro da peça será uma construção conjunta. “As cenas do espetáculo são todas compostas a partir da improvisação, do jogo, no qual eu lanço os motes e eles trazem algo do cotidiano deles. A gente vai gravando as cenas e copiamos o texto depois. O texto é consequência desse processo de montagem em que os alunos são fundamentais para que a história em si aconteça”, explica.

Para o grupo de adultos, também há a possibilidade de um novo espetáculo ser ensaiado. “Nós tínhamos pré-estabelecido dar continuidade ao espetáculo que é uma comédia inspirada no Velho Oeste, só que muitas pessoas da comunidade comentaram que querem fazer a oficina também, então não sei até que ponto vamos seguir com essa história”, comenta Cardoso. Conforme ele, com a chegada de novos alunos o desenvolvimento de um novo trabalho é uma opção.

Já a previsão para o “Entre nós” é dar continuidade ao espetáculo Melancia e Coco Verde, baseado em um conto de Simões Lopes Neto. “A ideia é continuar com essa história durante o ano para circular: ir para festivais e mostrar, se apresentar em escolas e outras cidades. Vamos estar rodando com esse espetáculo”, afirma Cardoso. O professor de artes cênicas reforça que as oficinas são gratuitas. “Quem quiser pode assistir uma aula e ver como funciona o nosso processo. Quem já conhece e tem interesse, basta se inscrever no Cras que as portas estão abertas para a comunidade. Venham participar, venham fazer arte e cultura conosco”, convida Cardoso.

Deixe seu comentário