Vídeo gravado para a feira traz informações sobre a pesquisa feita pelos alunos. FOTO: Divulgação

A curiosidade sobre dinossauros levou um trabalho da turma do programa Avança Pareci, projeto de aceleração educacional voltada para reduzir a distorção série-idade, da Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Beato Roque até a etapa de seleção para uma feira de ciências virtual de Minas Gerais (MG) na categoria “Incentivo à ciência”. Trata-se do evento “Ciência Viva”, promovido pela Universidade Federal de Uberlâdia (UFU).

Para ajudar o trabalho a ser selecionado, a comunidade deve votar nele através do site https://cv.dicaufu.com.br. Para efetuar o voto é necessário realizar um breve cadastro e depois votar nas três categorias. O trabalho da turma do Avança Pareci está na categoria Ensino Fundamental 2 sob o código 25 e com o nome “Existiram dinossauros brasileiros?”.

Para a inscrição nessa primeira etapa, a turma composta por 10 alunos fez um vídeo explicativo sobre o projeto orientado pela professora Aline Joseane de Paula Werner. Participaram do vídeo Amanda Vianna dos Santos, Maicon Slotnicki Klein e Maria Claudia Krindges. “Essa seleção para participar da feira é fruto do empenho e dedicação dos envolvidos”, destaca a docente. “Como professora me sinto imensamente feliz e grata, além de honrada em representar nossa escola e Município”, reforça.

Além da pesquisa sobre dinossauros brasileiros – que são 47 espécies encontradas até o momento, sendo 12 em solo gaúcho –, os estudantes também tiveram live educacional com o paleontólogo Luiz Eduardo Anelli. Ao longo do projeto, que começou no início do ano, os alunos realizaram diversas pesquisas sobre o tema nas mais diferentes fontes. (ARH)

Deixe seu comentário