Testemunhas serão ouvidas na sede do Legislativo. Momento será transmitido ao vivo. FOTO: Arquivo/Jornal Ibiá

Oitivas iniciarão pelas testemunhas da acusação

A Comissão Processante de impeachment do prefeito de Pareci Novo, Paulo Alexandre Barth (PDT), começa a ouvir nesta sexta-feira, dia 29, as testemunhas da acusação. Não foram divulgados os nomes das pessoas que serão ouvidas. A sessão para ouvir as pessoas chamadas está prevista para iniciar às 18h30min.

Os depoimentos das testemunhas serão transmitidos ao vivo pela página da Câmara de Vereadores de Pareci Novo. Além disso, interessados também poderão acompanhar os depoimentos na sede do Legislativo. Apesar de aberto ao público, haverá limitação de espaço por conta da pandemia do novo coronavírus.

Por ora, leva-se em conta apenas o processo de cassação contra o prefeito. O processo de cassação do vice-prefeito Fábio Schneider (PDT) está suspenso por causa de mandado de segurança garantido por decisão da juíza Deise Fabiana Lange Vicente, da 2ª Vara Cível da Comarca de Montenegro. Até o fechamento desta edição, a Câmara de Vereadores de Pareci Novo não havia decidido se recorreria ou não da decisão da juíza.

Alexandre e Fábio são acusados de impedir o funcionamento regular da Câmara; de omissão de prática de sua competência; de negligência ou omissão na defesa de bens, direitos e interesses do Município; e de procedências incompatíveis com a dignidade e decoro do cargo. Dentre os principais pontos da denúncia feita por Nilo Campos Teixeira e Andréia Costa Guimarães estão: aditivo em contrato de prestação de serviços técnicos de eletricista; ausência de planilha de custos para servir como parâmetro ao aditivo; pagamento de contrato sem regularidade fiscal; contrato de tratamento e monitoramento da água potável; irregularidades no repasse do duodécimo à Câmara de Vereadores, e embaraço aos trabalhos da Câmara de Vereadores.

Deixe seu comentário