Bernardo traduziu os escritos para o português e formou um livro

Árvore genealócia. Obra é uma tradução das anotações do pastor Walter Lentz, que deixou tudo registrado em alemão durante sua passagem por aqui

“De geração em geração” é a terceira obra lançada pelo marataense Bernardo Schneider, de 64 anos. Ele é formado em Direito e em Regência de Coral, pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), e também é membro da Academia Montenegrina de Letras. Bernardo conta que sempre foi apaixonado por leitura e desde 2011 faz traduções de escritos antigos. “Minha família é alemã e desde que nasci aprendi a falar, escrever e ler na nossa linguagem”, conta. Para a revisão de texto, ele contou com o auxilio da brochiense Cristiane Scherer.

Desta vez, as escrituras que Bernardo recolheu para traduzir foram as do pastor Walter Lentz. Ele garante que o líder religioso foi um dos primeiros imigrantes da região onde estão atualmente Maratá, Nova Holanda, Linha São João, Brochier, Salvador do Sul e Campestre. “Foi nessas localidades que ele visitou todas as casas de famílias evangélicas e recolheu os dados de suas respectivas genealogias”, explica.

O objetivo do tradutor é registrar e divulgar o trabalho desenvolvido por Lentz entre 1923 e 1927. Todo o material estava guardado na Paróquia Evangélica da cidade. “O mais comovente é que os registros trazem muitos casos de suicídios e mortes de crianças. Mas também contam muito sobre a imigração destas famílias para o Brasil”, diz. Bernardo considera ainda o livro como uma “modesta” contribuição às comemorações dos 500 anos da Reforma Protestante no Vale do Caí.

Entre os diversos sobrenomes, aparecem alguns bem conhecidos na região, o caso de Appel, Becker, Hencke, Holderbaum, Kirst, Krämer, Krug, Lutz, Metz, Müller, Musskopf, Petry, Ritter, Scherer, entre outros. Vale lembrar que nem todos são descendentes de alemães.

A obra pode ser encontrada na livraria Intelectual, localiza na esquina das ruas Capitão Cruz e José Luís, em Montenegro, custando R$ 60,00.

O pastor
O pastor Walter Lentz nasceu em Gnadenfrei, na Alemanha, no dia 14 de fevereiro de 1888. Pastoreou em Santa Rosa, de 1920 a 1922. De 1923 a 1926 foi pastor em São Pedro do Maratá e de 1927 a 1930 esteve na Linha Nova e Feliz. Após, retornou para a Alemanha.

Deixe seu comentário