Ideia do contrato é dar condições e atenção aos interessados na rede trifásica. FOTO: Prefeitura de Maratá

A Prefeitura de Maratá firmou, no começo dessa semana, contrato com a empresa Projadi – Projetos Elétricos para a elaboração de projetos de adequação das redes de energia elétrica. O objetivo da ação é dar apoio aos agricultores na elaboração desses projetos, principalmente na ampliação da rede de energia trifásica. O contrato tem valor de R$ 15 mil e vigência de 180 dias, ou seja, tem um custo mensal de R$ 2.500,00 por seis meses.

A partir do contrato entre o Município e a Projadi, os interessados na instalação de rede trifásica deverão procurar o servidor Jairo Luft, na secretaria municipal de Agricultura e Meio Ambiente. Ele auxiliará os cidadãos no andamento do processo, prestando informações e demais apoios pertinentes.

Além disso, um representante da Projadi estará à disposição para elaborar os projetos, realizar as visitas nos locais que necessitam de melhorias na rede elétrica e buscar as soluções que envolvem o assunto. Conforme o contrato firmado, esse representante estará disponível das 13h30min às 17h das terças-feiras e das quintas-feiras.

Segundo a prefeita de Maratá, Gisele Adriane Schneider, percebe-se que há no Município grande demanda no setor primário, portanto, é preciso dar condições e atenção aos interessados na rede trifásica. “Sabemos que é essencial ter potência na rede elétrica das propriedades rurais, nas quais estão instalados diversos empreendimentos e equipamentos que demandam mais força”, aponta a chefe do Executivo. (ARH)

Deixe seu comentário