Exigindo carteira de vacinação contra a Covid-19 e com restrição de público, Oktoberfest foi marcada pela volta de eventos em espaços fechados. Foto: Arquivo/Jornal Ibiá

Por causa da pandemia, festa ocorreu ao longo de cinco finais de semana

A pandemia do novo coronavírus e as mudanças no formatado da festa não impediram que a 16ª Oktoberfest de Maratá fosse um sucesso. Essa é a avaliação feita pelos organizadores do evento. O balanço aponta para cerca de cinco mil participantes nos diferentes eventos realizados e 5.720 litros de chopp consumidos. A contabilidade financeira ainda não foi finalizada.

Por conta da pandemia, a tradicional festividade da cultural alemã foi realizada ao longo de cinco finais de semana – antes eram sempre duas semanas de intensa programação. Durante o evento, Maratá foi pioneira na região ao realizar eventos em ambiente fechado com a exigência de comprovante de vacinação contra a Covid-19. Em nota publicada em rede social, a organização do evento destacou que a realização da 16ª Oktoberfest só foi possível porque a pandemia foi controlada na cidade através do alto índice de vacinação e o esforço daqueles envolvidos nos eventos.

No entendimento da Associação Cultural de Maratá, presidida por Elga Wilke, a Oktoberfest deste ano carregou um significado de retomada das atrações culturais e esportivas na cidade, bem como de preservar a cultura e tradição do Município. A associação também agradeceu demais entidades que tornaram possível a realização da festa, como o grupo Agitadores do Barro, o Bloco Imma Truff, a Ekonova, a Cervejaria GoldBier Aus Maratá, a Prefeitura, as artesãs locais, os patrocinadores, os voluntários, os comércios e moradores que se empenharam decorando seus imóveis e o público que se fez presente ao longo de todo o mês de outubro.

Festa também contou com eventos em espaços abertos, como o Parque Municipal da Oktoberfest sendo um dos principais pontos de folia. Foto: Arquivo/Jornal Ibiá

A prefeita de Maratá, Gisele Adriana Schneider, manifestou o seu agradecimento especial ao coordenador das equipes organizadoras, Alexandro Haupenthal, e a todos aqueles que se empenharam nos meses de preparação e durante a 16ª Oktoberfest. “Gratidão a todas as pessoas que estiveram envolvidas para o sucesso que foi a nossa festa. Atingimos a nossa expectativa, pois trouxemos de volta a alegria e a diversão à comunidade”, destacou. “Vimos a Oktober crescer junto com o Município e, hoje, a festa é conhecida por sua animação e peculiaridade festiva. Esta edição deixa muitos aprendizados e ideias para o futuro, principalmente o resgate das primeiras edições, quando tínhamos festas focadas na comunidade e nas tradições alemãs”, celebrou Gisele.

A chefe do Executivo marataense também salientou a retomada das atividades culturais com segurança em meio à pandemia. “Os casos de Covid-19 estiveram controlados durante as festividades e isso mostra que atingimos outro objetivo, o de fazer eventos com segurança”, afirmou. Ao longo de todo o mês de outubro, foram confirmados apenas seis novos casos de Covid-19 entre residentes de Maratá.

Deixe seu comentário