Iniciativa reconhece os municípios que trabalham no fortalecimento da Atenção Primária à Saúde. Foto: divulgação/Acom Prefeitura da Maratá)

Certificado foi concedido pela Secretaria de Atenção Primária à Saúde, do Ministério da Saúde

A Secretaria Municipal de Saúde de Maratá recebeu o reconhecimento nacional da Atenção Primária à Saúde (APS). O certificado e o selo foram concedidos pela Secretaria de Atenção Primária à Saúde do Ministério da Saúde (Saps/MS), a fim de reconhecer o trabalho dos profissionais da saúde e pela expansão da APS e pela melhoria dos indicadores em 2019 e 2020.

Segundo o comunicado recebido, a iniciativa tem por objetivo identificar os municípios que trabalham no fortalecimento da Atenção Primária à Saúde. Para a conquista do título, foi preciso atingir resultados acima de sete no indicador sintético final do componente do pagamento por desempenho do Previne Brasil em 2020.

A certificação também reconhece o compromisso da equipe com o enfrentamento da Covid-19. Para a prefeita de Maratá, Gisele Schneider, o selo é resultados do intenso trabalho da equipe da Secretaria da Saúde do município. “Sempre buscamos fazer o melhor para a saúde dos nossos cidadãos. Isso se faz com muita responsabilidade e engajamento de todos os profissionais da área, os quais trabalham diariamente no aperfeiçoamento dos atendimentos à população”, destaca Gisele.

De acordo com a Secretária Municipal de Saúde, Cláudia Elisabete Schneider Röder, a certificação emitida pela Saps renova a qualidade técnica e profissional da equipe que atua no Centro Municipal de Saúde. “Este certificado serve como impulso para continuarmos entregando um bom serviço à comunidade”, destaca Cláudia.

Os indicadores utilizados como critério de avaliação para concessão do selo são a proporção de gestantes com pelo menos seis consultas de pré-natal realizadas, o atendimento odontológico na gestação a realização de exames para sífilis e HIV em gestantes. Além disso, também são avaliados a cobertura de exame citopatológico, a vacina contra a poliomielite inativada e pentavalente, o acompanhamento de pessoas hipertensas e solicitação de hemoglobina glicada para pessoas com diabetes.

Deixe seu comentário