Juliana Klein e prima, Joice Klein Finger

A força dos agricultores familiares e motoristas foi exaltada com orgulho na Cidade das Cachoeiras

Maratá realizou, domingo, 25, a Festa do Colono e do Motorista, e também a comemoração dos 197 anos da imigração alemã no Brasil. As festividades foram marcadas por missa, desfile de tratores, entrega de troféu a produtores rurais e bênção aos veículos. Tudo ao som da banda Quebra Galho, e com apresentação do Coral Santa Cecília.

O desfile de tratores foi um momento de orgulho para aqueles que colocam alimento da mesa dos brasileiros. Eram avôs, pais, filhos; famílias inteiras que vieram não para exibir uma máquina, mas o sucesso alcançado com o suor de seu rosto. E as primas Juliana Klein e Joice Klein Finger receberam aplausos em nome de todas as mulheres do campo. Juliana vinha ao volante do John Deere, repetindo sua rotina na propriedade da família, na comunidade Esperança. Pelo relato da jovem, de 19 anos, os Klein entenderam que havia trabalho para ser feito e que o resultado independia se seria realizado por um homem ou por uma mulher.

Quem também teve seu reconhecimento foram seis das 12 famílias marataenses retratadas no calendário do município. Representando o dia a dia no campo, as imagens feitas por Luis Krebs e Daniela Kerber, do Estúdio Dois, viraram lindos quadros. Marino Nied, 72, da Linha Passo Fundo, foi eternizado ao lado da esposa Maria e dos netos Rafael e Rodrigo.

A família trabalha em várias atividades, como carvão vegetal, lenha e pomar de figo. Seu Marino sempre trabalhou na roça, e agora passa este conhecimento à terceira geração Nied. O menino mais velho, Rafael, 9 anos, já tem até um lote de terneiros, que cria com a ajuda dos pais e avô. Já seu irmão Rodrigo, de seis anos, garante que ajuda a tratar os peixes na propriedade.

A prefeita Gisele Schneider falou aos presentes na praça Dora Lydia Brocker, ressaltando que o incentivo ao setor primário, que é sua principal força econômica. “Se hoje temos comida na mesa, com alimentos de qualidade, é graças ao trabalho dos agricultores e motoristas”. A atividade desse domingo, que só foi possível devido ao avanço na vacinação contra a Covid-19, contou com a obrigação de uso de máscara e distanciamento.

Produtores que mais emitiram nota em 2020, em cada categoria
Agroindústria
1º Agroindústria Familiar Amigos da Nadir – Familia Metz
2º Agroindústria Familiar Produtos Vitoria – Eusébio e Elhane Brandt

Hortifrutigranjeiros
1º Alexandre e Maria Josefina Stein
2º Laurindo Lunkes

Avicultura de corte
1º Carlos Reidel
2º Gustavo Schneider

Avicultura de postura
1º Maico Schmitt
2º Elio Klein

Ovos férteis
1º Ari Caetano Zucchi

Pecuária de corte
1º Inácio N. Griebeler
2º Pedro Bernardo Kirsten

UPL- Unidade Produtora de Leitões
1º Raul Schenkel
2º Olímpio Brandt

Suinocultura Creche
1º Carla Fabiane Erig
2º Jose Inácio Lauermann

Suinocultura terminação
1º Wagner Erig
2º Celso Adriano Willers

Carvãovegetal
1º Ricardo Schütz
2º Felipe Luís Marmitt

Bovinocultura de leite
1º Erno Jose Schons
2º Maria de Lurdes Reidel

Lenha de Acácia
1º Gilberto Martins
2º Roberto Adair Martins

Lenha de Eucalipto
1º Pedro Ivo Schu
2º Felipe Maffacioli

Laranja
1º Evandro Nedel
2º Martin Henrique Maurer

Bergamota
1º Evandro Nedel
2º Alisson Samuel Mello

Deixe seu comentário