Representantes do STR de Maratá e da Tecnovin estiveram reunidos com o prefeito e o vice-prefeito para conversar sobre o Programa de Incentivo de Escoamento da Safra. FOTO: Prefeitura de Maratá

A Prefeitura de Maratá irá auxiliar o Sindicato dos Trabalhadores Rurais (STR) de Maratá em sua parceria com a indústria produtora de sucos Tecnovin, de Bento Gonçalves. Na quinta-feira, dia 8, foi sancionada lei que institui o Programa de Incentivo de Escoamento da Safra de Citrus, que permite que o Município promova o transporte de cargas de laranja e bergamota de Maratá até a sede da empresa, na Serra Gaúcha. Há, ainda, a possibilidade de ser realizado o transporte para outras cooperativas e indústrias.

A lei, aprovada essa semana na Câmara de Vereadores, estabelece que o Município auxiliará no transporte de até 15 cargas de citrus em caminhão truck ao ano. A distância a ser percorrida para o transporte da quantidade de cargas indicadas será de no máximo 30 mil quilômetros por ano. Segundo o documento, o STR deverá apresentar um cronograma detalhado sobre o recolhimento das frutas à secretaria municipal de Agricultura e Meio Ambiente (SMAMA) com sete dias de antecipação ao carregamento para que a SMAMA e a secretaria municipal de Obras e Serviços possam se organizar.

O prefeito marataense Fernando Schrammel destacou que o Executivo vem buscando novas maneiras de incentivar aqueles que trabalham na agricultura. Ele salientou, ainda, que o apoio oferecido pela Prefeitura vai possibilitar o pagamento de preço maior pelas frutas dos produtores. A parceria entre o STR e a Tecnovin foi firmada no ano passado, dando uma nova opção de mercado aos fruticultores de Maratá. Em janeiro deste ano foi assinado um Termo de Autorização de Uso de uma área de quase 8.500 m² da Prefeitura ao STR. No terreno, no Distrito Industrial, foi construído um galpão para estocagem das frutas.

Deixe seu comentário