Daiane e Rogério atenderam ao pedido da filha Laura que é fã de Paulinho Mixaria

30 anos. Programação abriu com humor, hoje dá voz as mulheres e sábado tem Circo

A comunidade de Maratá viverá uma semana de expectativa para a chegada da trupe circense do Grupo Tholl. A arte gaúcha surgida em Pelotas estará no Parque Municipal da Oktoberfest na noite do sábado, dia 12. A programação do mês de aniversário foi aberta na noite do último sábado, 5; com show do humorista gaúcho Paulinho Mixaria.

A religiosidade dos marataenses também marcou o início da comemoração pelos 30 anos de emancipação, com missa festiva na Igreja Matriz São Miguel, na manhã do domingo, 6. Hoje o evento é voltado ao Dia Internacional das Mulheres, com atividade organizada pelas secretarias de Agricultura e de Assistência Social juntamente com o Escritório da Emater e apoio da agência do Banrisul. Todas as mulheres, em especial aquelas do campo, estão convidadas a participar do 1º Encontro Municipal da Mulher – A força feminina na transformação do Agro.

A abertura de sábado deu o tom da alegria que Maratá quer para o mês de março. Paulinho Mixaria tem 52 anos de vida e 28 de carreira artística, na qual arranca gargalhada contando casos do cotidiano de muitas das pessoas que estão na platéia. Ao Ibía, contou que sua inspiração vem da infância pobre no interior de Taquari. Também criou muito material na juventude de balconista e sapateiro. Começou escrevendo livros, mas logo sentiu saltar a veia do humor, instigado pelo dia a dia que observava em sua volta. “A maioria dos casos aconteceu! O que para uns é um ‘mico’, para nós é matéria-prima”, declarou, enquanto ria frouxo e dava atenção ao público na sua volta. A construção final resultou no Paulinho Mixaria, um colono simplório, mas cheio de sarcasmo. Seus casos criam identificação imediata do público. Isso foi possível perceber nas mais de 200 pessoas que lotaram o ginásio em Maratá, que riam alto e, muitas vezes, sacudiam a cabeça concordando.

Mixaria fala do casamento, da sogra, do sogro e da pobreza. “Muitas vezes não sei onde termina o personagem e onde começa o Paulo”, descreve. E com mais de uma hora de show sem nenhum palavrão ou brincadeira sexual, Mixaria ganha a admiração de todos. Até da pequena Laura Isabelly, de cinco anos. Eram os pais Daiane e Rogério dos Santos que acompanhavam a menina, que não arredou pé até conversar, abraçar e fotografar com o ídolo. Daiane lembra que a filha conheceu Mixaria através de DVD’s na casa dos avós. E Rogério complementa que as redes sociais firmaram essa admiração. “Gosto dele porque é muito engraçado. Mandei um beijão para ele”, disse a pequena admiradora. Do filme do Mixaria, ela lembra da cena onde o personagem usa uma espiga de milho para escovar os dentes.

No evento de abertura foi lançado ainda o vídeo institucional de comemoração e divulgação da cidade, com produção de Ruan Audiovisual. São dois minutos que tentam condensar 30 anos de pujança, retratados pelas paisagens e pelas faces de inúmeros cidadãos de Maratá. A realização da festa de 30 anos é da Prefeitura de Maratá, com apoio do Sesc Montenegro e banco Sicredi Ouro Branco.

Programação
Dia 8 de março, terça-feira
14h – 1º Encontro Municipal da Mulher – A força feminina na transformação do agro, no Parque Municipal da Oktoberfest

Dia 12 de março, sábado
20h – Grupo Tholl – espetáculo “Cirquin – Romance, Num tempo de Paixão e Alegria!” – Parque Municipal da Oktober

Deixe seu comentário