Doações podem ser entregues em mercados e outros pontos do Município. FOTO: Prefeitura de Maratá

Podem ser doados alimentos, EPIs, álcool 70% ou dinheiro

Tendo em vista o agravamento da pandemia e a delicada situação na qual se encontra o Hospital Montenegro (HM), Prefeitura e Câmara de Vereadores de Maratá se uniram para incentivar os marataenses a realizarem a doação de alimentos não perecíveis, de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), álcool 70% ou, até mesmo, valores em dinheiro. A ação leva em conta o pedido de ajuda feito pela casa de saúde, que é referência na região.

O Legislativo de Maratá, em decisão em conjunto entre os nove vereadores, definiu que doará R$ 10 mil para o HM. O valor sairá do orçamento da Câmara de Vereadores. Já um grupo de servidores da Prefeitura está fazendo uma vaquinha para compra de EPIs. Quem também tiver interesse em ajudar e quiser doar em dinheiro pode fazê-lo pela conta corrente do Hospital, de número 06001240.0-0 da agência de número 0283 do Banrisul, ou pela chave Pix 91365718000137.

As doações de alimentos e EPIs podem ser realizadas nos seguintes pontos: recepção da Prefeitura, Centro de Saúde, Centro de Referência em Assistência Social (Cras), Mercado Maratá, Mercado Maristela, Mercado Vier, Mercado do Kerbão, Mercado Kerber, Farmácia LP, Farmácia Maratá e na Câmara de Vereadores. A campanha de arrecadação iniciou em 15 de março e deve durar enquanto a situação do HM seguir delicada.

Para a prefeita de Maratá, Gisele Adriana Schneider, a ação visa contribuir ainda mais com o hospital referência na região. “Repassamos, mensalmente, um valor que cobre os atendimentos de emergência realizados aos finais de semana e nos horários em que o Centro Municipal de Saúde não está aberto, porém entendemos que é um momento delicado e novos auxílios ao HM serão necessários para enfrentarmos essa situação e garantir o pleno funcionamento da instituição”, comenta.

Voluntários organizam rifa
Bastante ativas no voluntariado, as irmãs Liane Andreia Kerber e Juliana Ladir Kerber, proprietárias do Mercado Kerber, em Macega, organizaram uma rifa em prol do Hospital Montenegro. O número da ação beneficente custa R$ 2,00. São mais de 20 prêmios, que serão sorteados no Dia das Mães, em 9 de maio, por meio do site www.sorteador.com.br e com transmissão ao vivo em redes sociais.

Liane explica que o sorteio será só no Dia das Mães para haver tempo para se vender a rifa e se conseguir um dinheiro em cima dos prêmios. No entanto, como a situação do HM é urgente, ela irá realizar transferências para a casa de saúde sempre que forem arrecadados R$ 300,00 com a venda dos números.

Os números da rifa estão disponíveis no Mercado Kerber e em outros estabelecimentos comerciais de Maratá, bem como na Prefeitura e na Câmara de Vereadores e com dezenas de voluntários.

Legislativo marataense doará R$ 10 mil ao Hospital Montenegro. FOTO: Câmara de Vereadores de Maratá

Feliz pela proporção que a rifa está ganhando, Liane diz que fazer voluntariado enche seu coração de gratidão. “A gente trabalha e corre atrás, mas ver que a gente conseguiu ajudar em alguma coisa é muito gratificante”, garante. Ela salienta que a ideia da rifa em prol do HM surgiu numa conversa com uma amiga sobre a preocupante situação causada pela pandemia do novo coronavírus.

Deixe seu comentário