Construção de hidrelétrica é inédita a âmbito nacional . Foto: divulgação Sicredi

Foi lançado na última quarta-feira, 19, o projeto da Hidrelétrica Vale do Leite, que será construída no Rio Forqueta, entre os municípios de Pouso Novo e Coqueiro Baixo. O evento reuniu lideranças cooperativistas, autoridades regionais e associados em Pouso Novo, marcando o aniversário de 64 anos da Certel. Tal projeto é um fato histórico para a região, já que ocorre a intercooperação entre quatro cooperativas do Sicredi e Certel para a construção da hidrelétrica.

Um fato inédito em âmbito nacional marca a construção desta usina, em um movimento de intercooperação entre as Cooperativas de Crédito Sicredi Ouro Branco (Teutônia), Integração RS/MG (Lajeado), Região dos Vales (Encantado), Botucaraí (Soledade) e a Cooperativa Certel. O financiamento da obra, orçada em R$ 45 milhões, será realizado pelas quatro cooperativas de crédito, e a assinatura do acordo de financiamento ocorreu no evento, que lançou oficialmente a Hidrelétrica Vale do Leite.

Representando as quatro cooperativas de crédito, o presidente da Sicredi Ouro Branco, Neori Ernani Abel, classificou o momento como histórico para o Sicredi. “Assim como o cooperativismo de crédito, o de infraestrutura tem papel fundamental em nosso País, aqui representado pela Cooperativa Certel, que atende a nossa região com excelência e comprometimento. Nossa parceria com a Certel é de longa data, mas é a primeira vez que o sistema cooperativista vai construir uma hidrelétrica”, comemorou Abel.

De acordo com o diretor do Sistema Ocergs-Sescoop/RS, Irno Pretto, foi um dia histórico porque, jamais, em algum momento, comunidades foram unidas pelo crédito e pela infraestrutura, dois ramos diferentes do cooperativismo, mas que estão voltados ao desenvolvimento econômico e social.

Deixe seu comentário