Com demora para andamento da obra, transitar na rua Pedro Kolling ficou bastante complicado FOTO: Arquivo Pessoal

A demora para a conclusão da obra de pavimentação da rua Pedro Kolling, em Brochier, tem gerado insatisfação nos moradores locais. A principal queixa é sobre o estado em que a via foi deixada pela empresa responsável pela obra e o não avanço dos trabalhos. “Já vi motos caindo e carros rodopiando (no barro)”, conta a moradora Anelise Claudia Laux. Quando o clima fica seco é a poeira que atrapalha. A moradora diz já ter questionado a Prefeitura sobre a possibilidade de colocar brita no local e que a resposta foi negativa.

De acordo com o secretário municipal de Administração e Fazenda, Evandro Carlos Pereira, o Executivo está em constante contato com a empresa responsável pela obra, cobrando ações que minimizem os problemas causados por ela. Inclusive, nos próximos dias, as equipes da empresa responsável pela obra deverão dar continuidade aos trabalhos no local.

O secretário reforça que a rua Pedro Kolling faz parte de um combo de cinco ruas do perímetro urbano de Brochier e Linha Pinheiro Machado que estão sendo asfaltadas. “Antes dela (rua Pedro Kolling) está em obras uma rua próxima, a Antônio Leopoldo Ritter, já em fase mais adiantada”, conta.
Segundo Evandro, na rua Pedro Kolling será asfaltado um trecho de 348 metros, com a construção de calçadas e sistema de acessibilidade inclusos. O custo é de R$ 624.980,03. “Infelizmente, sabemos que em qualquer obra sempre ocorrerão alguns transtorno”, pontua.

O secretário salienta que em nenhum momento as obras desse combo de ruas a ser asfaltado foram paralisadas. “Ocorre que, devido à pandemia, a empresa precisa diminuir a quantidade de trabalhadores nos canteiros de obras”, justifica. O prazo para conclusão das obras é janeiros de 2021.

Deixe seu comentário