Documento pode ser solicitado de forma gratuita. FOTO: Repr./FADERS Acessibilidade e Inclusão

Cidadãos brochienses diagnosticados com Transtorno do Espectro Autista (TEA) – ou seus responsáveis – podem solicitar a carteira de identificação de pessoa com TEA (CIPTEA) com auxílio do Centro de Referência em Assistência Social (Cras). O documento, que não possui custo, pode ser solicitado junto ao órgão ou através de formulário on-line disponível no link bit.ly/3gIgDhs.

Em ambas as opções é necessário encaminhar documento de identidade da pessoa com TEA e dos responsáveis legais, laudo médico comprovando o Transtorno do Espectro Autista e fotografia 3×4 da pessoa com TEA. A CIPTEA é produzida pela FADERS Acessibilidade e Inclusão, órgão ligado à Secretaria Estadual de Igualdade, Cidadania, Direitos Humanos e Assistência Social. A iniciativa busca criar um banco de dados para as pessoas com TEA, facilitando a implementação de políticas públicas voltadas a essa parcela da sociedade. (ARH)

Deixe seu comentário