Foto: ADEK BERRY / AFP

A aeronave Boeing 737, da companhia indonésia Lion Air,com 189 pessoas a bordo, caiu na última segunda-feira,29, no mar depois de decolar de Jacarta.

Os socorristas encontraram “pedaços de corpos que não estavam intactos, e isto aconteceu há várias horas, portanto é provável que as 189 pessoas estejam mortas”, afirmou Bambang Suryo Aji, diretor de operações dos serviços de regate da Indonésia.

Em torno de 150 socorristas foram enviados para o local do acidente na última segunda-feira para encontrar vítimas e restos da aeronave, que se encontra a 30 ou 40 metros de profundidade.

A aeronave, um Boeing 737 MAX da companhia de baixo custo Lion Air, pediu para retornar ao aeroporto da capital indonésia pouco antes de perder contato com a torre de controle aéreo, às 6H30 (20H30 de Brasília, domingo). O avião seguia para Pangkal Pinang, uma cidade da ilha de Bangka, perto de Sumatra.

O presidente da companhia aérea, Edward Sirait, informou que o Boeing havia passado por reparos após um problema técnico recentemente.

“O avião foi consertado na ilha de Bali e depois voou para Jacarta”, declarou Sirait. “Os técnicos em Jacarta receberam um aviso e fizeram um reparo antes da decolagem para Pangkal Pinai”, seu destino no momento do acidente, completou.

O portal de acompanhamento de voos Flightradar mostra em um mapa a trajetória do Boeing 737 Max 8, que, depois de decolar no sentido sudoeste, gira para o sul e depois para o nordeste, antes de parar bruscamente sobre o mar de Java.

Deixe seu comentário