A doação feita pelo casal aconteceu em atividade no Salão Nobre da Provedoria da Santa Casa. Foto: divulgação Santa Casa

Feita pelo casal Nora Teixeira e Alexandre Grendene, a doação irá financiar a construção da nova emergência SUS

A Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre, que recebe pacientes da região do Caí, passará a ser integrada por uma nova emergência para adultos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS).

A partir de março de 2022, o serviço integrará o novo hospital da Santa Casa, unidade que irá se somar às outras sete já existentes no quarteirão do Centro Histórico de Porto Alegre, totalizando nove hospitais de propriedade da instituição (incluindo o Hospital Dom João Becker, em Gravataí, incorporado em agosto de 2018) e um sob gestão (Hospital de Santo Antônio da Patrulha, sob gestão da instituição desde 2017).

Para levantar o edifício desta nova emergência SUS, a Santa Casa recebeu, na última quarta-feira, 13, uma doação de R$ 40 milhões pelo casal Alexandre Grendene e Nora Teixeira, em atividade no Salão Nobre da Provedoria da Santa Casa. “Entendemos que é imprescindível a ampliação e qualificação da área assistencial de urgência e emergência SUS da Santa Casa – a qual está integrada ao projeto do novo hospital do complexo – e, especialmente por isso é que estamos aqui hoje, realizando este ato de doação para contribuir com o acesso à saúde da população que mais necessita”, afirmou Nora.
Outro aspecto determinante para a construção do empreendimento – além de possibilitar o acesso à saúde pela população através da emergência SUS -, diz respeito à sustentabilidade da instituição, uma vez que o novo hospital oferecerá serviços que irão contribuir para que a Santa Casa garanta, através de recursos próprios, a sua autossustentação.

Em 2018, a instituição obteve um déficit de R$ 165 milhões com os atendimentos oferecidos aos SUS, que somam mais de 60% do total que a instituição realiza, de acordo com a legislação da filantropia. Para cobrir este prejuízo, a Santa Casa desenvolve ações (como prestação de serviços a pacientes usuários de convênios e particulares, além de atividades de estacionamento, cafeterias e cemitério) a fim de garantir a sua sustentabilidade e o cumprimento da sua missão.

Durante a atividade de assinatura do termo de doação, o Provedor da Santa Casa Alfredo Guilherme Englert, saudou os doadores e lembrou da importância de pessoas e empresas que historicamente contribuem com a instituição: “Desde os seus primórdios, há 215 anos, a Santa Casa conta com o voluntariado para sobreviver e oferecer saúde com excelência a pessoas de todas as classes sociais, e a todos eles somos diariamente gratos. Graças aos nossos apoiadores, somos capazes de cumprir, a cada ano, a nossa missão bicentenária, direcionando mais de 60% dos nossos atendimentos a pessoas que acessam a saúde através do SUS”, disse.

Sobre a escolha do nome do novo hospital do complexo, Englert afirmou que “em reconhecimento à doação recebida, sua magnitude e impulso determinante para a efetividade do projeto, a Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre deseja expressar gratidão pública e perene aos doadores e sua família, identificando este empreendimento com a denominação de Hospital Nora Teixeira”.

Deixe seu comentário