Foto: Michael Paz

Em ato no Palácio Piratini, nesta semana, foi lançado do movimento Cresce RS, que visa monitorar e destravar projetos estratégicos para o Rio Grande do Sul. Estavam presentes o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Luís Augusto Lara (PTB), o governador Eduardo Leite, demais chefes de poderes e representantes de universidades, federações empresariais e entidades da sociedade civil. Na ocasião, foi assinado um termo de cooperação técnica entre os presentes.

Para o chefe do Legislativo gaúcho, de quem partiu a iniciativa, a definição de matérias prioritárias possibilita uma tomada mais rápida de decisões. “Vivemos esse momento histórico no Rio Grande do Sul, onde conseguimos formar uma pauta de consenso, de convergência, que, independente de se ser de esquerda ou de direita, todos sabemos que é importante que seja o mais rápido possível implementada, respeitando-se todas as questões legais, ambientais, jurídicas”, disse. “Há muitos anos o Rio Grande do Sul não tinha condições de fazer esta convergência”, afirmou, avaliando que era habitual um governo desmanchar aquilo que o anterior havia feito.

Refletindo sobre o slogan do movimento, “Juntos vamos mais rápido”, o governador Eduardo Leite disse que a expressão contradizia outro dito – “se quiser ir mais rápido vá sozinho e se quiser ir mais longe vá em grupo” – mas que em uma democracia compartilhava-se o poder entre diversas instituições e não adiantava acelerar o passo sozinho. Disse que a falta de respostas às demandas da sociedade havia sido responsável por alimentar radicalismos e que o movimento que ali se oficializava era importante por buscar alinhar esforços em uma mesma direção.

Antes do lançamento, três reuniões técnicas realizadas em agosto definiram os projetos estratégicos para o Estado, que foram divididos em três categorias: infraestrutura e logística, desburocratização e fomento dos bancos públicos. Os tópicos foram apresentados pelo presidente da Assembleia.

Deixe seu comentário