Mesmo que em Montenegro não esteja ocorrendo nenhum racionamento, economizar é sempre indicado. Foto: Divulgação Corsan

A escassez de chuva e o calor excessivo colocam a sociedade gaúcha em alerta. Em nível estadual, os mananciais em que a Corsan capta água já estão chegando a níveis críticos de abastecimento, o que tem levado a Companhia a implementar ações emergenciais.

A situação em Montenegro, conforme Lutero Cassol, gerente da unidade, é mais tranquila que a de muitas outras cidades do Rio Grande do Sul. “No período mais crítico de estiagem, nós passamos bem. O consumo aumentou, mas tivemos condições de atender a demanda. Quando faltou água em algum determinado bairro, foi porque a rede teve de ser desligada para um conserto e não por alguma dificuldade de captação no manancial”, diz Cassol. Porém, ele defende que as pessoas utilizem esse recurso natural com responsabilidade. “É claro que é sempre importante que cada um utilize a água de forma consciente. E que nessas épocas de pouca chuva todos economizemos um pouco mais”, completa o gerente da Corsan de Montenegro.

Desde terça-feira, 11, a Corsan está reforçando uma campanha no intuito de alertar para a situação de estiagem e pedir a colaboração de todos. A campanha também convida todos a divulgarem o alerta, compartilhando as informações. Durante a estiagem, é fundamental seguir as dicas:

Dicas
– Use somente a vassoura para limpar a calçada e o quintal;
– Não faça uso de grandes volumes, como o de piscinas plásticas;
– Não lave o carro;
– Não tome banhos longos e procure se ensaboar com o chuveiro desligado;
– Não deixe a torneira aberta enquanto lava a louça ou a roupa;
– Utilize regador para molhar as plantas nos horários de menos incidência de sol.

Deixe seu comentário