Documento pode ser acessado no Portal de Serviços do DenatranRS ou no aplicativo Carteira Digital de Trânsito. FOTO: divulgação/DetranRS

Documento passou a ser totalmente digital, mas motoristas podem realizar a impressão

O tradicional documento de licenciamento veicular impresso que chegava à casa dos motoristas pelos correios deixou de existir em 31 de julho de 2020, quando foram impressos os últimos CRLVs no RS. A partir de agora o CRLV deve ser acessado de forma digital pelo motorista e pode ser impresso em casa. A medida tem gerado algumas dúvidas de como acessar a plataforma e também como fazer a impressão. Por isso, o Jornal Ibiá preparou um passo a passo.

Por conta da extinção do documento físico, desde o dia 13 de abril passou a valer o valor reduzido de R$ 66,70 para o licenciamento de todos os veículos. A redução foi em razão da aprovação do Projeto de Lei das taxas do DetranRS pela Assembleia Legislativa. Quem pagou antecipado o valor mais alto ficou com crédito para ser usado como desconto no licenciamento do ano que vem.

Vale ressaltar que os veículos com o final da placa 1, 2, 3, 4, 5 e 6 já estão com a data do licenciamento vencidas. Já veículos com o final da plana 7 e 8 o vencimento será no dia 30 de junho, e os com o final 9 e 0 no dia 31 de julho.

O Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo (CRLV) é o documento que atesta que o veículo está licenciado para circular. Segundo o DetranRS o novo leiaute do documento eletrônico (CRLV-e), adotado em 2020, permite a impressão “caseira”, que tem total validade jurídica, assim como o CRLV eletrônico, baixado no celular. As únicas exigências são de que a impressão seja de boa qualidade, em papel comum branco e formato A4, com tinta preta, em página única. A validação se dá por meio da leitura do QR Code inserido no documento.

Para gerar o arquivo para impressão pela internet é necessário que o proprietário do veículo tenha cadastro prévio no portal gov.br. Para veículos de empresa, a obtenção do CRLV-e só está disponível com login por Certificado Digital, via Central de Serviços do DetranRS, ou presencialmente em algum Centro de Registro de Veículos Automotores (CRVA). 

Como fazer a impressão
O DetranRS afirma que a impressão do documento não é obrigatória. Depois de quitar o IPVA e a taxa de licenciamento 2021, o documento será disponibilizado digitalmente no app Carteira Digital de Trânsito. Mas se o motorista preferir não baixar o aplicativo, pode portar o documento na versão impressa.

O primeiro passo é acessar o Portal de Serviços do DenatranRS, através do site https://portalservicos.denatran.serpro.gov.br/, ou pelo aplicativo Carteira Digital de Trânsito.
O login é feito com os dados do cadastro no portal gov.br, informando o CPF e a senha. Usuários novos precisarão realizar o cadastro. Após o login o motorista deve ir na seção “Meus veículos” e clicar no link que remete ao veículo que deseja imprimir o documento. Em alguns casos será necessário informar o código de segurança do documento de propriedade, que consta em CRVs emitidos de 2007 a 2020.
O motorista deve então baixar o arquivo de nome “CLRVDigital.pdf” e imprimir o documento em papel comum branco e formato A4, com tinta preta, em página única.

A impressão também pode ser solicitada presencialmente em um Centro de Registro de Veículos Automotores (CRVA). Nesse caso é necessário apresentar o documento de identificação que comprove que a pessoa é o proprietário do veículo, ou seu representante legal. Para a impressão é necessário pagar uma taxa de R$ 8,30.

Deixe seu comentário