Machado divulgou a ação em suas redes sociais. FOTO: REPRODUÇÃO

O prefeito de Capela de Santana, Alfredo Machado, protocolou uma representação no Tribunal de Contas do Estado contra o Governo do Estado e o programa de concessão das rodovias da região; que implicará na instalação de um pedágio no Município. Em vídeo divulgado em suas redes sociais, o chefe do Executivo capelense diz ter destacado supostas irregularidades no processo licitatório e no edital publicado para repassar as estradas à iniciativa privada.

“A partir de agora, os técnicos do Tribunal de Contas irão analisar a nossa representação, na qual estamos pedindo a suspensão de todo o processo licitatório”, disse. A reportagem solicitou ao prefeito uma cópia do documento com as irregularidades verificadas, mas ainda não obteve retorno. As denúncias, segundo Machado, também foram levadas ao procurador geral do Ministério Público de Contas do Estado. Atualmente, o governo estadual já está recebendo propostas de empresas interessadas em assumirem as estradas; e o leilão da concessão é previsto para ocorrer em 13 de abril.

No Caí, manifestação
Outro município que receberá a instalação de pedágio, São Sebastião do Caí terá manifestação no próximo dia 30, um domingo, contra a concessão. O ato foi proposto pelo vereador caiense César Junior e tem o apoio de colegas e outras lideranças. Terá início às 17h no local onde o Governo do Estado definiu a construção da praça: o quilômetro 4 da ERS-122, na altura do bairro Areião.

Deixe seu comentário