Feira ocorre no Centro de Eventos da Festa da Uva. FOTO: MERCOPAR/DIVULGAÇÃO

A secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo do governo do Estado abriu prazo para a inscrição de empresas interessadas em expor na feira Mercopar, em Caxias do Sul, recebendo subsídio no custeio do espaço. Interessados devem preencher um formulário online DISPONÍVEL AQUI até a próxima terça-feira, dia 13. O evento ocorre entre 17 e 19 de novembro no Centro de Feiras e Eventos Festa da Uva.

Técnico regional do Sebrae no Vale do Caí, Leonardo da Conceição destaca que essa é uma oportunidade única.  “O estande, caso a empresa fosse contratar diretamente, tem o investimento de R$ 6 mil para doze metros quadrados. Pelo subsidio, sai para a micro e pequena empresa por R$ 1.200”, destaca.

A Mercopar é uma das maiores feiras de inovação industrial da América Latina e movimentou, na edição do ano passado, mais de R$ 65 milhões em negócios nos segmentos de metalmecânico, tecnologia da informação, energia e meio ambiente, borracha, automação industrial, plástico, eletroeletrônico, movimentação e armazenagem e startups.

O espaço de estande subsidiado pelo governo estadual às empresas do segmento já inclui mobiliário básico para a empresa se mostrar e “se vender”. Segundo a secretaria de Desenvolvimento, o auxílio visa auxiliar o processo de retomada da economia gaúcha ao estimular a geração de novos negócios. Ao todo, o Estado deve aportar R$ 500 mil no incentivo, que serão pagos através do Programa de Apoio à Participação de Empresas Gaúchas em Feiras Internacionais.

Mais informações através do e-mail feiras@sedetur.rs.gov.br.

 

Protocolos e cuidados de saúde

A Mercopar chega, em 2020, em sua 29ª edição numa organização do Sebrae RS e da Fiergs. Houve muitas especulações quanto a um possível cancelamento em função da pandemia do novo coronavírus; mas com a recente autorização do Estado para a realização de feiras, a organização pode manter o evento para este ano, mas com uma série de cuidados.

A medição de temperatura de todas as pessoas presentes e uso de máscaras serão obrigatórios, assim como credenciamento prévio e digital para evitar aglomerações. O fluxo na feira será controlado por meio de espaçamentos pré-determinados e sinalizados com adesivagem no piso marcando distanciamento mínimo de 1,5m,  corredores alargados com 4m e 6m, e circulação em dois sentidos.

A feira terá entrada, com tapetes higienizantes, separada da saída; além da limpeza constante de toda a estrutura utilizada. Serão instalados dispensers e tótens com álcool em gel em todos os espaços do evento. O monitoramento dos aparelhos de ar condicionado também será realizado, com a higienização diária. A capacidade será determinada pela bandeira indicativa da região no período do evento e haverá comunicação com alertas para o número máximo de pessoas. Os ambientes, equipamentos, móveis e objetos serão higienizados com frequência durante todo o horário de funcionamento da feira, inclusive antes da abertura, após o fechamento e antes e depois de cada atividade.

Deixe seu comentário