Foto: Itamar Aguiar/ Palácio Piratini

Por meio de um comunicado feito em vídeo, apresentado antes de uma entrevista coletiva, o governador Eduardo Leite (PSDB) renunciou ao cargo de chefe do Rio Grande do Sul nesta segunda-feira, 28. “Vou renunciar ao poder para não renunciar à política”, disse Leite. Vice-governador Ranolfo Vieira Jr. assumirá o cargo. A transferência do cargo deve ocorrer na quinta-feira, dia 31.

Leite também confirmou que seguirá no PSDB. “Eu fico com meu partido porque o PSDB é importante na minha vida”, disse. A renúncia é confirmada em meio a tentativas do político de disputar as eleições presidenciais. Em novembro de 2021 ele perdeu as prévias do seu partido para João Doria, governador de São Paulo.

Na coletiva à imprensa, Leite afirmou que conversou com Doria por telefone momentos antes do anúncio da renúncia e que os dois estariam “alinhados” em suas propostas para o país. Sem estar ocupando cargo no Executivo, Eduardo Leite poderá concorrer a outros cargos em outubro.

 

Deixe seu comentário