BEBÊ de 35 dias diagnosticado com Síndrome de Down será um dos pacientes a receber o tratamento foto: site Governo do Estado

Sala de Estimulação Precoce. O tratamento é individualizado e precisa de inscrição para concorrer às vagas

A aflição e o receio de cometer algum erro com um bebezinho tão especial são sintomas comuns para os pais de primeira viagem. Mas parece que os problemas estão sendo minimizados. Ontem foi inaugurada uma Sala de Estimulação Precoce, na Escola Especial Dr. João Alfredo de Azevedo, da Apae, na zona sul de Porto Alegre. “É uma luz no fim do túnel, porque agora vamos saber como agir”, desabafa uma das primeiras mães a receber a notícia da novidade. Ela e seu marido tiveram uma filha que chegou ao mundo no Dia das Mães e nasceu com Síndrome de Down: um exemplo do objetivo do projeto.

Segundo a pedagoga Virgínia Cichelero, que vai atender aos bebês no novo espaço, a estimulação precoce faz toda a diferença para o desenvolvimento de crianças com algum tipo de deficiência. “Tudo deve ser tratado de forma especial: o desenvolvimento motor, a alimentação, o banho, a troca da fralda e até os cuidados com o sono. Por isso, é um serviço integrado e multidisciplinar”, explica a profissional.

Inicialmente, a nova sala vai receber 10 bebês de zero a três anos e 11 meses, com alguma alteração física ou psíquica, como deficiência intelectual e transtornos do neurodesenvolvimento. O tratamento é individualizado e, por isso, é preciso se inscrever para conseguir uma vaga. E o mais importante: a família tem que participar. “Os pais são os principais agentes de mudança. Com eles, a inclusão e os avanços  da criança continuam em casa”, afirma o presidente da Apae de Porto Alegre, Vitor Hugo Borowski Castilho.

A Sala de Estimulação Precoce foi construída e equipada graças à Campanha Escolha o Destino, promovida pelo Gabinete de Políticas Sociais e a Secretaria do Desenvolvimento Social, Trabalho, Justiça e Direitos Humanos. Para isso, precisou-se de R$ 60 mil. O dinheiro serviu para comprar os materiais de construção e os brinquedos e ainda vai pagar o salário da equipe, por um ano, podendo haver renovação do contrato. O número para maiores informações é 3248-1313.

Deixe seu comentário