Segundo Julina, a sala é completamente colorida para simbolizar as cores dos sete chakras igualmente

Em época de tantas preocupações e ansiedade, que tal alinhar os chakras, os famosos centros de energias vitais? O Reiki pode te ajudar nesta tarefa. Reconhecido pela Organização Mundial de Saúde, é oferecido pelo Sistema Único de Saúde (SUS) através da Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares. Mas, lembre-se: não substitui outros tipos de tratamento para doenças psicológicas ou físicas. Segundo Nadir Juliana da Silva, master Reiki em Montenegro, o Reiki significa energia vital universal, que é transferida do terapeuta, ou mestre reikiano, para o paciente pelas mãos, a fim de equilibrar corpo, mente e emoções. “Eu comparo o Reiki com o ar que tu respira. Ele é essencial para tua vida, porém tu não vê”, destaca.

Juliana explica que o corpo humano é formado por energias e que o Reiki serve como uma limpeza energética. “Dentro do nosso corpo físico, nós temos os sete chakras principais e eles são os canalizadores da energia universal. Quando nossos pensamentos começam a criar sentimentos negativos, eles passam a trazer para estes chakras bloqueios. Assim, precisamos, através da energia, desbloquear para fazer uma limpeza e trazer harmonização e bem-estar”.

A reikiana ressalta que no momento atual, as pessoas estão emocionalmente muito abaladas, o que consequentemente traz problemas para o corpo físico. Você sabia que tudo isso começa através do pensamento? “A partir do momento que a pessoa tem um pensamento negativo, ela traz emoções negativas para o corpo dela. Essas emoções, se não trabalhadas, podem trazer doenças”, salienta.

Reikiana Nadir Juliana da Silva em sua sala de atendimento

Como funciona?
Juliana explica que é como ir ao médico. “Tu ganha um remédio e não vai tomar um comprimido para se curar. É um tratamento. O Reiki funciona da mesma forma”. A reikiana indica pelo menos oito sessões por pessoa e durante o atendimento, ocorre um processo de acolhimento, conversa e relaxamento. O primeiro passo é fazer com que o cliente compreenda seus pensamentos. “Eu deixo a pessoa bem à vontade para falar das suas dores e problemas e à medida que ela vai me relatando o que sente eu vou introduzindo um novo olhar sobre aquele processo que ela tem”, explica.

Durante a prática, o paciente fica deitado em uma maca com os olhos fechados meditando sobre cinco princípios: não sentir raiva, não se preocupar, ter gratidão, trabalhar com dedicação e ser gentil. Enquanto isso, o mestre reikiano faz alguns movimentos com as mãos sobre o corpo do paciente para canalizar as energias dele, funcionando como um canal das “energias vitais universais”.

Quais são os benefícios?
“Quando a pessoa precisa de um relaxamento, procura um massagista; quando está com problemas emocionais, procura um psicólogo; se tem dores no corpo, um médico especialista. Digamos que o Reiki trata tudo isso em um só, pois trabalha teu corpo físico, mental, espiritual e emocional”. É assim que Juliana define os benefícios da terapia. Ela relata que após a primeira sessão com Reiki, a pessoa já sente na pele e na mente a diferença. “As pessoas chegam aqui muito ansiosas, com medo, tristeza e até mesmo dores físicas. Muitas vezes após o primeiro atendimento que elas recebem a energia do Reiki elas já saem da minha sala sem dor”, relata.

Foto: freepik

Ainda, a prática reduz o estresse e gera equilíbrio e bem-estar de forma integral; acelera a capacidade natural do nosso organismo para curar, tratando de doenças, emoções e dores; melhora o funcionamento e desempenho fisiológico de células e órgãos; aumenta a clareza mental e concentração para estudar e trabalhar; melhora a auto-estima; pode preparar emocionalmente para atos cirúrgicos, pré e pós operatório; auxilia no tratamento para reduzir enxaquecas, depressão, cólicas menstruais e constipação entre outros.

Deixe seu comentário