Expectativa é que sejam realizadas mais de 100 cirurgias Foto: Arquivo Ibiá

O Programa Assistir, lançado pelo governo do Estado, irá mudar critérios de distribuição de recursos para os hospitais gaúchos. Ele começa a valer a partir de janeiro de 2022 e, para o Hospital Montenegro 100% SUS, deve significar uma redução de R$ 1,4 milhão por mês de repasses. Enfrentando já sérias dificuldades para custear os serviços SUS, a casa de saúde promove nesta quinta-feira, 30, às 10h, em frente ao Hospital um protesto pacífico (sem barulho) em prol da instituição. Todos os montenegrinos e moradores das cidades vizinhas estão convidados, e o uso de máscara é obrigatório. (MG)

Deixe seu comentário