Alimentos orgânicos (livres de agrotóxicos) propiciam inúmeros benefícios. Foto: Getty Images

Você sabe se está consumindo alimentos livres de agrotóxicos ou não? Além disso, você sabe quais as vantagens de optar por produtos orgânicos no dia a dia? Muitas pessoas acreditam que o não uso de agrotóxicos propicia apenas o aumento dos nutrientes nos insumos, mas os benefícios vão muito além do produto que é servido na mesa.

O alimento orgânico é todo aquele livre de qualquer tipo de agrotóxico ou aditivo químico, como legumes, verduras, frutas, carnes e ovos, por exemplo. Saudável para o consumidor, também contribui para o bem estar animal, reduz a poluição do ambiente e melhora a saúde dos trabalhadores rurais. Os produtos orgânicos podem ter o aumento de até 40% dos nutrientes, já que os pesticidas reduzem consideravelmente o valor nutricional dos alimentos.

Nutricionista Cíntia Eliana Rohr destaca as vantagens dos produtos orgânicos e alerta para os riscos do uso de pesticidas. Foto: arquivo pessoal

A nutricionista Cíntia Eliana Rohr alerta para os inúmeros riscos que o uso de agrotóxicos provoca. “Os pesticidas causam diversas doenças no ser humano, como o câncer, doenças respiratórias, irritações na pele, entre outras. Além disso, o não uso desses produtos reduz a poluição do ambiente, favorecendo a vida plena de microrganismos, plantas, animais, a qualidade do ar e a qualidade de vida”, explica.

A agricultura orgânica também contribui para a conservação da fertilidade do solo, com a prática de rotação de culturas e adubação verde. Um dos princípios desse processo é retirar o mínimo possível do solo, tendo em vista que ele é considerado um organismo vivo.

Em relação à saúde dos animais, Cíntia salienta que os animais não precisam viver confinados e nem com excesso de hormônios e antibióticos, quando não são utilizados pesticidas. “Exemplo são os ovos orgânicos provenientes de galinhas que vivem soltas, não no estresse do confinamento”, acrescenta.

O consumidor pode perceber bastante diferença entre os insumos que são orgânicos e os que não são. A nutricionista frisa que, nos produtos orgânicos, é nítido que o gosto do alimento fica muito mais apurado, pois cada alimento tem o seu próprio sabor e não o sabor modificado por aditivos químicos.

Para quem tem interesse em consumir produtos orgânicos, Cíntia aponta o caminho. “Podemos encontrar esses alimentos em setores específicos dos supermercados. Há também feiras ecológicas e, quem puder ter uma hortinha em seu pátio, melhor ainda, pois irá consumir o alimento sem aditivo e com sabor maravilhoso”, enfatiza a especialista.

Entre as frutas que podem ser orgânicas, destacam-se o morango, o abacate, o maracujá e o limão. Já entre os legumes e verduras, Cíntia cita rúcula, alface, cenoura, beterraba, berinjela, tomate e pimentão como alguns exemplos.

Para fazer em casa:
A nutricionista Cíntia Eliana Rohr sugere uma receita com abacate, que é uma fruta rica em ‘gordura boa’, que melhora os níveis de HDL (conhecido como colesterol bom). Veja abaixo a receita da guacamole, feita apenas com insumos orgânicos:

Foto: reprodução / Cozinha Vibrante

Ingredientes:
– 1 abacate maduro amassado;
– 1 tomate picado sem caroço;
– 1/2 limão espremido;
– 1/2 pimenta dedo de moça picada;
– 1/2 maço de salsinha picada;
– sal temperado com ervas a gosto.

Modo de preparo:
Misture os ingredientes e, após, sirva com croutons (pãezinhos torrados com orégano e azeite de oliva extra virgem).

Deixe seu comentário