INSS atenderá presencialmente apenas segurados com atendimentos agendados

Segundo a assessoria de Comunicação Social da Superintendência Regional Sul do INSS, nesta sexta-feira, dia 18, a Agência de Montenegro segue sem realizar perícias. Ainda segundo o órgão, há agendamentos realizados por beneficiários, todavia o perito médico federal não compareceu para atendimento presencial. O quadro se repete no Brasil, ante a recusa dos profissionais em retornar ao trabalho alegando falta de segurança em meio à pandemia.

Em nota, o Instituto afirmou que, desde às 7 horas do dia 17, quinta-feira, 28 agências no Sul do País estão prontas para o atendimento presencial de perícia médica, aguardando apenas o retorno dos médicos, que não compareceram a nenhuma delas.

Enquanto o INSS afirma que estas unidades foram consideradas aptas em vistorias realizadas pela Secretaria Especial de Previdência e Trabalho, entre terça e quarta-feira; a Associação Nacional dos Peritos Médicos Federais alega que itens destas inspeções de segurança foram “falseados”. A organização de classe denuncia ainda que nesta ‘simulação’ foram usados funcionários leigos em cargo comissionado e sem a devida formação legal. Assim, a Associação condiciona o retorno dos peritos à realização de uma inspeção independente. Já Instituto rebate, afirmando que foi aberto espaço para acompanhamento de representantes das regionais da Perícia Médica Federal, mas ninguém teria comparecido.

Nesta sexta-feira o INSS informou que fará corte no ponto sob registro de ‘falta não justificada’, sendo que colocou a data como limite para um acordo. Já a orientação aos segurados segue sendo de sempre ligar para a Central 135 para maiores informações, inclusive a respeito da presença do médico na agência.

Reitera ainda que, neste primeiro momento de reabertura gradual, as agências selecionadas estão funcionando somente das 7h às 13h e, exclusivamente, para o atendimento agendado de cinco serviços: cumprimento de exigência, justificação administrativa, reabilitação profissional, avaliação social e perícia médica.

O atendimento presencial de perícia médica não será disponibilizado em todas as agências reabertas. Inclusive, sua oferta à população depende do andamento do cronograma de vistorias iniciado nesta semana, e sobretudo, do retorno dos médicos peritos às suas unidades.

Deixe seu comentário