Projeto do HM prevê , 492 cirurgias, 30 cirurgias de média complexidade e três cirurgias de alta complexidade Foto: Divulgação/SES

Em continuidade às tratativas realizadas entre Estado e municípios do Vale do Caí, iniciada em outubro de 2019, ocorreu na manhã desta sexta-feira, 3, uma reunião na Secretaria da Saúde do Estado, em Porto Alegre, com a presença da secretária estadual, Arita Bermann, prefeitos e secretários municipais de saúde. Eles debateram da possibilidade de o Hospital Montenegro 100% SUS ser referência em traumatologia para o Vale do Caí.

O prefeito, Kadu Müller, comemorou a notícia em sua rede social

Em outubro, o Jornal Ibiá divulgou a notícia da sinalização positiva do Estado ao tema e que faltava a aprovação do Ministério da Saúde para a transferência de recursos do hospital de Canoas (onde é realizado atualmente) para o HM. O hospital ainda aguarda este encaminhamento e os quase 180 mil habitantes dos 14 municípios são encaminhados para a cidade que fica a 53km de Montenegro. Na reunião, a direção do Hospital Montenegro apresentou o projeto que prevê, mensalmente, 492 consultas, 30 cirurgias de média complexidade e três cirurgias de alta complexidade. Assim como a traumatologia.

De acordo com o diretor Administrativo do Hospital Montenegro, Carlos Batista da Silveira, uma nova reunião foi marcada para a próxima quinta-feira, 9, às 14h, com uma comissão que foi criada pela própria Secretaria Estadual da Saúde para a definição da questão financeira. “Não tem nenhum valor definido ainda, o único avanço que teve é que os prefeitos sabem que vão ter que ajudar no custeio, se não, não tem como”, declara Batista.

Alguns prefeitos já demonstraram animação com a oferta do serviço em Montenegro. Em sua rede social, o prefeito de Montenegro, Kadu Müller, postou logo pela manhã uma foto na reunião. “Boas notícias. Em reunião com a secretária estadual de saúde, Arita Bergmann, foi indicado que o Hospital Montenegro 100% SUS será referência em cirurgias de traumatologia no Vale do Caí”, disse. O prefeito de Maratá, prefeito de Maratá, também comemorou a notícia em sua rede social. “Hospital Montenegro vai virar referência para região do Vale do Caí em cirurgias de traumatologia em quadril, coluna, joelho, mão, etc”, divulgou. Segundo o diretor do HM, Carlos Batista, agora falta esperar também a reunião em que será decidido os valores que os municípios irão disponibilizar para este avanço.

Deixe seu comentário