Foto: banco de imagens

Para a população em geral, o abacate não é a opção escolha na hora de escolher uma fruta para o lanche. Alguns até gostam, mas evitam por acreditar ser uma fruta bastante calórica e gordurosa. Pode até ser verdade. Mas ela também é rica em vitaminas A, D, E e do complexo B, além de conter fibras alimentares que ajudam a tornar o organismo saudável e livre de enfermidades.

O abacate é sim bastante calórico. Cada 100 gramas oferece 100 kcal. Porém, entre vários outros nutrientes, ele oferece 40 mg de fósforo, 2,23 g de proteína, 5,60 g de fibras e 10 mg de cálcio. Além disso, a gordura do abacate é considerada boa, monoinsaturada, que não eleva o colesterol.

Pesquisas já indicaram que o abacate colabora com quem sofre de insônia.

Isso porque as vitaminas e o ácido fólico presentes na fruta favorecem o equilíbrio hormonal e os neurotransmissores ligados ao sono.

Por conter vitamina A em boa quantidade, o abacate melhora a visão. Já outro componente, a luteína, é a responsável por ajudar no reparo do desgaste provocado pelos raios solares.

Esse é um alimento considerado indicado aos diabéticos. Isso porque fornece energia, sem elevar os níveis glicêmicos.

Existem algumas frutas que oferecem mais saciedade. É o caso do abacate. Estudos já apontaram que a saciedade oferecida pelo abacate auxilia pessoas que fazem regime. Quando associado às refeições, a pessoa não fica com fome logo depois de algumas horas.

Deixe seu comentário